Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Geral

Prefeitos vão cobrar de Witzel despoluição da lagoa

Renatinho, Chumbinho e Grasiella visitaram ontem antigo canal da Álcalis

22 fevereiro 2019 - 09h25
Prefeitos vão cobrar de Witzel despoluição da lagoa

Prefeitos dos municípios banhados pela Lagoa de Araruama irão entregar ao governador do estado, Wilson Witzel, um documento para cobrar ações de despoluição da laguna, como dragagem e abertura de canais. Ontem, os prefeitos de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna; de São Pedro da Aldeia, de Cláudio Chumbinho, e de Iguaba Grande, de Grasiella Magalhães fizeram uma vistoria no canal da antiga Companhia Nacional de Álcalis. 

A inspeção também contou com a presença do vice-prefeito de Iguaba, Leandro Coutinho, que acumula a função com a presidência do Comitê de Bacias Lagos São João. Adriano Moreno, de Cabo Frio, e Lívia Bello, de Araruama, foram as ausências na vistoria. De acordo com Renatinho Vianna, é preciso que os municípios ajam em conjunto para avançar nessa questão. Depois de tudo o que foi visto, o prefeito cabista classificou a situação como ‘preocupante’.

– A lagoa tem lutado para sobreviver, mas vai ter uma hora que não vai dar mais. Tomara que essa união de forças nos ajude a ter êxito nessa questão, que é salvar a lagoa e preservar o que nós temos de melhor, o nosso patrimônio natural, e que os meus netos tenham o mesmo prazer de contemplar a lagoa que eu tive – disse Renatinho, que também lembrou do despejo do esgoto na laguna. 

Por sua vez, Chumbinho relembrou a fiscalização feita anteriormente. 

– Há 2 anos tivemos aqui neste local e fizemos uma fiscalização e o Estado se comprometeu em olhar a situação desse canal porque precisamos de licenças para abrir relembra o prefeito de São Pedro. 

A prefeita de Iguaba fez coro com os colegas. 

– A situação da lagoa tem implicações seríssimas na saúde dos moradores e turistas, sem contar o crime ambiental, por isso a gente faz esse apelo ao governo do estado – disse Grasiella.

Amanhã, às 9h, será realizada uma reunião pública na orla do centro de São Pedro da Aldeia para tratar da abertura do canal de Massambaba e de cobrar uma intervenção direta do governador junto à agência reguladora Agenersa e às concessionárias para dar fim ao despejo de esgoto na lagoa, além da construção de rede separadora. Haverá outra reunião em Iguaba, na semana que vem.