Assine Já
quarta, 12 de maio de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
16ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 37918 Óbitos: 1447
Confirmados Óbitos
Araruama 9612 300
Armação dos Búzios 4692 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10088 529
Iguaba Grande 3759 93
São Pedro da Aldeia 5248 224
Saquarema 3202 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
ATA Búzios

Prazo da ATA Búzios para financiamento coletivo termina nesta segunda (21)

20 dezembro 2015 - 16h12
Prazo da ATA Búzios para financiamento coletivo termina nesta segunda (21)

Termina nesta segunda (12) o projeto de crowdfunding – financiamento coletivo – que a Associação dos Trabalhadores na Aquicultura (ATA) de Armação dos Búzios participa. O objetivo é arrecadar R$ 14.400, que serão investidos na fazenda marinha de ostras, mexilhões e vieiras da associação. A expectativa é comprar um motor de popa com potência de 15HP e um lava a jato de alta pressão à gasolina para desenvolver a maricultura local (produção de organismos aquáticos em ambiente marinho) com aumento da produtividade e geração de emprego e renda para a comunidade.

A aquisição do motor deve contribuir ainda para a melhoria da qualidade de vida dos produtores associados, que atualmente precisam remar em caiaques e pranchas por aproximadamente 1,5 quilômetro para chegar à fazenda, tendo um excesso de esforço físico e correndo risco de acidentes em dias com ventos e ondas fortes.

O lava a jato, por outro lado, facilitaria o manejo diário, acelerando todo o processo, uma vez que hoje a lavagem das estruturas de cultivo (como lanternas, redes, cabos, caixa, etc.) é feita manualmente, demandando mais tempo. Além disso, a embarcação motorizada poderá inovar o turismo de base, oferecendo atendimento mais adequado aos turistas e visitantes interessados na atividade.

Manuel Azevedo dos Santos, de 48 , maricultor e presidente da ATA, foi fundamental apresentação de proposta, com auxílio da Fiperj, para desenvolvimento da fazenda.

- A Fundação tem apoiado a gente sempre que precisamos fazer um projeto para participar de programas de incentivo à atividade. Essa foi a segunda vez este ano que nos inscrevemos em iniciativas como essa e ficamos muito felizes em passar nesse processo seletivo. Agora esperamos conseguir arrecadar o total pedido para comprar os equipamentos que precisamos para melhorar nossa estrutura e fortalecer a produção - disse.

A proposta foi desenvolvida com o auxílio da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e selecionada em ação de incentivo ao empreendedor local promovida pela distribuidora de energia elétrica Ampla e pelo Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), por meio do programa Cidade Inteligente Búzios.

A cada R$ 1,00 doado por meio do site Benfeitoria (também parceiro na ação), a ATA ganha mais R$ 1,00 da Ampla, dobrando assim o dinheiro arrecadado. O site promove campanhas com a política do “é tudo ou nada”, por isso, se o valor total não for alcançado até a data prevista, a proposta é cancelada.

Se o valor total não for alcançado até a data prevista, os benfeitores (como são chamados os que colaboram) receberão o seu dinheiro de volta. Mas se a meta for alcançada, as pessoas que ajudarem poderão ganhar recompensas que variam de acordo com o valor doado: pode ser uma foto com agradecimento, ostras e mexilhões, passeios de barco pela fazenda com e sem degustação,  até um espaço para divulgação no folder informativo da ATA. Para contribuir ou obter mais informações acesse: www.benfeitoria.com/fazendamarinha.

A Associação - Criada em 2010 por pescadores artesanais e representantes de comunidades quilombolas da região da Rasa, em Búzios, a ATA tem sede na praia Rasa, e conta com o trabalho de 13 famílias.