Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
praça

Praça ao lado do Hospital do Jardim Esperança, em Cabo Frio, é criadouro de mosquito

Internauta denuncia abandono do equipamento público

19 dezembro 2015 - 11h07
Praça ao lado do Hospital do Jardim Esperança, em Cabo Frio, é criadouro de mosquito

Em tempos de altos índices de dengue, febre chikungunya e zika vírus, noticiados quase que diariamente pelo Ministério de Saúde e os meios de comunicação, uma praça no Jardim Esperança, em Cabo Frio, se transforma em criadouro para mosquito. Com água acumulada, o local se transforma em potencial para proliferação do Aedes Aegypti, transmissor das três doenças. Uma delas, o zika vírus, tem relação, inclusive, com casos de microcefalia, uma condição rara em que a criança nasce com o crânio menor do que o normal. Após aumento expressivo da notificação de casos em Pernambuco e outros estados do nordeste, a partir do fim de novembro, o Ministério da Saúde reconheceu a relação entre o aumento dos casos de microcefalia com a infecção pelo vírus Zika durante a gestação.     

"Enquanto o mundo inteiro se preocupa com a proliferação dos mosquitos que está matando centenas de pessoas em diversas cidades, Cabo Frio faz criação em praça publica do Jardim Esperança, ao lado do Hospital. Pacientes que chegam com certo tipo de virose comum, saem ou morrem com graves tipos de virose. Cadê o órgão público que não vê isso? Tá na cara de todo mundo. Só vão tomar alguma providência, quando morrer alguem da familia deles.Moradores querem providência já",desabafou o internauta na rede social Facebook.

*Fotos do nternauta.