Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
Oncologia

Por falta de convênio, pacientes do SUS estão sem radioterapia em Cabo Frio

Iniciativa privada da região participa da modernização do Hospital Santa Izabel

06 outubro 2015 - 11h49

    

Inaugurado em maio último, o Centro de Radio­terapia da Onkosol, que funciona no complexo do Hospital Santa Izabel, em Cabo Frio, não está aten­dendo pacientes do Siste­ma Único de Saúde (SUS) por falta de convênio. Por isso, o serviço está restrito somente àqueles que têm planos de saúde.

– O serviço de radiote­rapia atende em torno de 20 pacientes diariamente – comentou, ontem, o pro­vedor do hospital, o médi­co Marcelo Perelló, mas explicando que a máqui­na (Unique Varian) tem capacidade para fazer 80 atendimentos por dia.

– O credenciamento do serviço ao SUS é um pro­cesso burocrático, lento, demorado, que leva anos para acontecer. O Estado tem como fazer a contrata­ção direta do serviço, que é um processo imediato. Se essa contratação fosse feita, estaríamos tratando doentes do SUS já na se­mana que vem. Mas o po­der público alega falta de recursos – lamentou.

A previsão de Mar­cello Perelló, se depender do convênio direto com o SUS, é que demore ainda dois anos.

Mas, ao mesmo tempo, o Hospital Santa Izabel e a Onkosol não desistem do trabalho no sentido de insistir com o convênio junto ao governo estadual.

– Este equipamento representa grande ganho para os pacientes com cân­cer de Cabo Frio, que an­tes precisavam se deslocar para outras cidades para realizar o tratamento de radioterapia. Com este ser­viço o tratamento, que já é doloroso demais para as famílias, está mais tran­quilo, já que os pacientes vão poder se tratar perto de casa – comemorou o prefeito da cidade, Alair Corrêa (PP), na época da inauguração do Centro de Radiologia.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta terça-feira (6)