Assine Já
sábado, 28 de novembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 12084 Óbitos: 539
Confirmados Óbitos
Araruama 2426 118
Armação dos Búzios 1132 16
Arraial do Cabo 427 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1129 40
São Pedro da Aldeia 1874 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
hiena 2

Policial civil é preso em Cabo Frio na Operação Hiena 2

Ele morava no Portinho e é acusado de fazer parte de grupo de extorsão e lavagem de dinheiro

03 agosto 2016 - 10h43
Policial civil é preso em Cabo Frio na Operação Hiena 2

Um policial civil da Delegacia de Meio Ambiente foi preso nesta manhã no bairro Portinho, em Cabo Frio, na Operação Hiena 2, desencadeada por agentes do Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança. O nome dele ainda não foi divulgado. Ele é acusado de fazer parte do grupo do delegado Fernando César Magalhães Reis, ex-titular da Delegacia de Meio Ambiente, que é acusado de extorquir dinheiro de empresários. O delegado também foi preso nesta manhã.

Mandados de prisão e busca e apreensão estão sendo cumpridos também no Rio. 

A Operação Hiena 2 é um desdobramento da fase um, realizada em abril do ano passado. Na ocasião, o delegado e um grupo de policiais foram presos. Pouco tempo depois, ganharam liberdade. Agora, foram presos novamente.

Segundo investigações, os policiais faziam diligências nas empresas sob o pretexto de verificar denúncias anônimas de crime ambiental. Apontavam irregularidades e, com isso, pressionavam os empresários a pagar propinas para não emitirem laudos que comprometessem a empresa. O esquema era milionário. O valor das propinas variava de R$ 500 a R$ 6 mil. 

O grupo responde agora a um processo por lavagem de dinheiro.