Assine Já
quarta, 27 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22908 Óbitos: 767
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2989 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6139 264
Iguaba Grande 2043 50
São Pedro da Aldeia 3225 107
Saquarema 2294 117
Últimas notícias sobre a COVID-19
IFRJ

Polícia Militar faz revista em prédio do IFRJ de Arraial

Ação feita sem aviso prévio à instituição chamou a atenção de alunos e professores 

31 outubro 2019 - 20h48
Polícia Militar faz revista em prédio do IFRJ de Arraial
Alunos, professores e funcionários do campus de Arraial do Cabo do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) viveram momentos de tensão e expectativa na manhã de ontem. O prédio da instituição recebeu uma vistoria de uma equipe da Polícia Militar. Segundo relatos de testemunhas, a presença dos agentes causou curiosidade e desconforto nas pessoas que estavam no local. A revista incluiu corredores, salas e o laboratório de Humanidades.
A visita ao prédio foi feita sem comunicação prévia à direção da instituição. O diretor do campus, Davi Barreto, disse que só soube da presença dos policiais militares quando eles estavam no segundo andar. Barreto disse que depois de se apresentar, os agentes pediram para ter acesso ao teto. Após constatarem que a sala possuía porta com grades e não tem acesso para entrada de estranhos, os policiais foram embora.
 
– Parecia alguma possibilidade de acesso para esconder drogas no teto ou algo assim por gente alheia ao campus. A experiência nunca é boa, quando tem agente com armas, o que não é comum em nossa comunidade. O caso foi relatado à reitoria – comentou. 
 
Além de não ter sido informado sobre a operação com antecedência, o diretor não soube dizer quem autorizou a entrada dos dois policiais militares no local. Ele disse que o prédio tem vigilância patrimonial e que a situação vai ser apurada junto à prefeitura do campus.
 
– Como aconteceu pela primeira vez, pedirei parecer sobre a atuação e os limites das forças de segurança em relação ao campus – antecipou Barreto.
No fim da tarde, o Sindicato dos Trabalhadores do IFRJ emitiu uma nota de repúdio contra a ação dos PMs. O texto questiona a ação, “sem mandado judicial e sem nenhuma prerrogativa legal”. O órgão pede providências da reitoria.
 
“O SINTIFRJ repudia veementemente a entrada arbitrária e autoritária de Policiais Militares armados no campus e coloca seu jurídico à disposição do campus Arraial do Cabo para quaisquer medidas que se façam necessárias.
 
Tal prática claramente autoritária põe em risco a integridade de alunos e servidores e configura grave violação do espaço de ensino, portanto, é inaceitável e deve ser fortemente combatida”, diz parte do comunicado.
 
ATUALIZAÇÃO: Em resposta aos questionamentos da reportagem, a PM informou que os policiais militares foram checar denúncias de que traficantes estariam perto de um CIEP. Houve perseguição e os criminosos empreenderam fuga pulando para o IFRJ. Eles conseguiram fugir.
 
Matéria atualizada em 01/11 às 14:45h.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.