Assine Já
domingo, 05 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53720 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15618 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
132ª DP

Polícia Civil pede prisão de traficantes que tentaram matar uma mulher a tiros em Arraial do Cabo

Mesmo baleada, vítima conseguiu fugir da favela e pedir socorro

19 outubro 2020 - 10h20Por Redação
Polícia Civil pede prisão de traficantes que tentaram matar uma mulher a tiros em Arraial do Cabo

A delegada da Delegacia de Polícia em Arraial do Cabo (132ª DP), Patrícia Aguiar, pediu à Justiça a prisão temporária de três traficantes que tentaram matar uma mulher a tiros no Morro da Coca-Cola durante este fim de semana. A vítima, de 23 anos, foi baleada, arrastada pelos cabelos e agredida com tapas. Mesmo ferida, ela conseguiu escapar.

Segundo a polícia, a mulher foi à favela para participar de um baile funk. Ao chegar, foi cercada por um grupo de criminosos. Ela tentou fugir do local correndo, mas foi perseguida pelos traficantes, que atiraram várias vezes em sua direção. A mulher acabou sendo atingida por um tiro na perna, mas conseguiu descer o morro e pedir ajuda.

A Polícia Civil conseguiu identificar três criminosos que participaram da ação. As investigações revelaram que o crime foi ordenado por um traficante com quem a vítima já teve um relacionamento. O mesmo também é considerado  o chefe do tráfico de drogas no Morro da Coca-Cola. Também participaram da ação mais outros dois traficantes.

De acordo com a delegada Patrícia Aguiar, após receber atendimento médico, a vítima foi até a delegacia, com auxílio da Polícia Militar.

– Assim que o caso chegou ao nosso conhecimento, instauramos inquérito e demos início às investigações. A vítima prestou depoimento e conseguimos identificar três criminosos que participaram do ataque. Todos possuem uma extensa ficha criminal. Pedimos à Justiça a prisão temporária deles por tentativa de feminicídio e associação para o tráfico de drogas, além de medidas protetivas –, informou a delegada de Arraial do Cabo.

Os três traficantes possuem diversas passagens pela polícia por homicídios, lesão corporal, tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Todos deixaram a cadeia este ano.


 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.