Assine Já
segunda, 02 de agosto de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
13ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

PM faz apreensão de maconha em ‘podrão’ na Reserva do Peró e pés da erva em Búzios

Caseiro de chácara também tinha mandado de prisão por homicídio

13 setembro 2019 - 11h02
PM faz apreensão de maconha em ‘podrão’ na Reserva do Peró e pés da erva em Búzios

Duas ocorrências de apreensão de drogas chamaram a atenção nas cidades de Cabo Frio e Búzios. No bairro Caravelas, na Estrada da Bauer, a polícia recebeu uma informação anônima de que havia uma chácara com plantação de maconha. Ao chegar no local, policiais militares foram recebidos pelo caseiro, Levi da Conceição, 64 anos, que deixou que os policiais vasculhassem o quintal. Nos fundos da casa, foram encontrados 17 vasos com a erva plantada, e dentro do imóvel mais droga foi achada, no congelador e na sala. O que a polícia não esperava era que o caseiro tinha contra ele um mandado de prisão por homicídio – fato que foi constatado ao chegar na 127ª DP (Búzios). Levi ficou preso.  A responsabilidade pela plantação de maconha e a droga apreendida foi atribuída ao proprietário da casa, que não foi encontrado. A ocorrência foi registrada nesta quinta-feira.

Já no Jardim Peró, a Polícia Militar fazia patrulhamento pelo bairro na tarde de ontem quando avistou um homem em atitude suspeita. Ao ser abordado, com ele a PM encontrou dois pedaços grandes de maconha. O homem, que não teve a identidade divulgada, informou que era dono de uma lanchonete no bairro. Ao chegar ao ‘podrão’, policiais sentiram forte odor de maconha e ao revistar a bolsa da esposa do detido, encontraram mais maconha. E não parou por aí: no terreno ao lado da lanchonete foram apreendidos 62 pinos de cocaína e na casa do casal balança de precisão, papel de seda e um caderno com a contabilidade da venda das drogas.  O casal foi preso em flagrante e, ainda de acordo com a ocorrência policial, o homem teria oferecido propina para que a esposa fosse liberada. "Irmão, fala um número pra mim, só para liberar minha esposa", teria dito o preso. Por esse motivo, o casal também foi autuado por corrupção ativa.