Assine Já
sábado, 23 de outubro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Petrobras identifica origem de vazamento de óleo

Poluição partiu de atividades da empresa no Campo Marlim Leste, na Bacia de Campos

09 abril 2019 - 09h29
Petrobras identifica origem de vazamento de óleo

A Petrobras confirmou a origem do vazamento de óleo que chegou em praias da Região dos Lagos na semana passada. Segundo a companhia, os resíduos foram provenientes das atividades da própria empresa no Campo Marlim Leste, na Bacia de Campos. Equipes estão mobilizadas para fazer o monitoramento e a limpeza da área atingida. Órgãos reguladores foram informados e estão acompanhando os trabalhos.

O vazamento de óleo no mar foi identificado na última quarta-feira, quando o material começou a chegar na Prainha, em Arraial do Cabo. Os pedaços de óleo também atingiram as Prainhas do Pontal do Ataleia, em Arraial. O material também chegou na Praia Brava, em Búzios, e nas praias das Conchas e do Peró, em Cabo Frio. 

Por meio de nota, a Prefeitura de Cabo Frio disse que “a identificação da origem muda todo o cenário de ação de contenção da mancha, que passa a ser de inteira responsabilidade da Petrobras”, e que “o Inea e os municípios deixam de ter responsabilidade sobre a limpeza das praias, responsabilidade que será assumida pelo Ibama e pela Petrobras, que enviará equipes especializadas em contenção de vazamentos aos municípios atingidos”. Disse ainda que “conforme protocolo padrão em casos de vazamento de óleo, deve fazer uma denúncia oficial, tornando obrigatória a ação da Petrobras na contenção e limpeza das praias do município que foram atingidas”.

A Petrobras foi procurada pela reportagem da Folha e disse que não se pronunciará, no momento, sobre as causas do acidente, que estão sendo apuradas. Sobre o protocolo de limpeza, garantiu que está sendo seguido à risca.

Em Búzios, uma operação conjunta entre a Prefeitura de Búzios e a Petrobrás promoveu limpeza e contenção do material durante o fim de semana. A equipe da Guarda Marítima e Ambiental fez uma vistoria de barco, enquanto fiscais e equipe da Petrobrás percorriam as praias identificando os locais com óleo.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Pesca, Hamber Carvalho, não foi encontrado nenhum dano grave à natureza. Resíduos do óleo foram encontrados apenas na areia das praias. 

Até a próxima quarta-feira, a Petrobrás promoverá a coleta do óleo depositado nas areias, iniciando no trecho da praia de Una até a Tartaruga. Em seguida, serão limpas as praias da Brava, Canto e Tucuns.

O secretário do Ambiente buziano disse que não há motivo para alarde, pois o vazamento foi resolvido e os danos controlados.