Assine Já
sábado, 08 de maio de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
20ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 37344 Óbitos: 1418
Confirmados Óbitos
Araruama 9540 293
Armação dos Búzios 4603 57
Arraial do Cabo 1313 69
Cabo Frio 9865 521
Iguaba Grande 3733 92
São Pedro da Aldeia 5088 214
Saquarema 3202 172
Últimas notícias sobre a COVID-19
peixe

Pescadores de Arraial do Cabo fisgam peixe gigante 

Cherne queimado pesa cerca de 150 quilos e mede quase dois metros de comprimento

11 abril 2015 - 17h27Por Rosana Rodrigues| Facebbok
 Pescadores de Arraial do Cabo fisgam peixe gigante 

Um peixe 'gigante' – com quase dois metros de comprimento e cerca de 150 quilos – pescado em alto mar. Parece história de pescador, mas as fotos comprovam o feito inusitado. Só vendo para crer – tal qual o dito popular que homenageia São Tomé – e não achar que é mais uma das inúmeras histórias de pescadores de Arraial do Cabo. Agora o astro da vez é um peixe da espécie cherne que foi capturado na manhã deste sábado (11) ensolarado de outono nas águas da Praia dos Anjos pelo pescador João Gabriel. Aliás, a sorte acompanhou o pescador, já que o pescado costuma ficar em regiões de cascalho, longe da costa e por isso não é tão fácil fisgá-lo.

Os chernes preferem habitar as águas subtropicais dos Oceanos Atlântico e Pacífico. No Brasil, é bastante comum nas Regiões Norte e Nordeste; no Sudeste e no Sul sua incidência é mais rara, mas podem ser capturados quando as técnicas de pesca são adequadas. O tamanho mínimo para sua captura é de 45 cm.

No Brasil, existem quatro espécies: as mais comuns são o cherne-verdadeiro (Epinephelus niveatus), que atinge cerca de 30 kg, e o cherne-negro ou queimado (Epinephelus nigritus),que pode alcançar incríveis 200 kg. Já o cherne-polveiro (Polyprion americanus) e o cherne-amarelo ou canário (Epinephelus flavolimbatus) são mais raros de se encontrar. A espécie pode pesar até 200 quilos e vive em regiões mais profundas do mar. O cherne não está ameaçado de extinção e a pesca da espécie não é proibida pela legislação.