Assine Já
sábado, 05 de dezembro de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 13221 Óbitos: 567
Confirmados Óbitos
Araruama 2625 126
Armação dos Búzios 1500 22
Arraial do Cabo 427 21
Cabo Frio 3925 183
Iguaba Grande 1197 41
São Pedro da Aldeia 2010 79
Saquarema 1537 95
Últimas notícias sobre a COVID-19
Pescadores

Pescadores da Região dos Lagos recebem incentivo de R$ 90 mil

Recursos são destinados para cinco Colônias em três cidades da região

03 novembro 2015 - 09h34

Pescadores de cinco cidades da Região dos Lagos passam a contar com mais recursos a par­tir de agora. O motivo é convê­nio firmado entre a Prolagos, concessionária de Água e Es­goto, com as Colônias de Pes­cadores Z4 de Cabo Frio, Z29 de Iguaba Grande e Z6 de São Pedro da Aldeia, além das Asso­ciações de Pescadores da Baleia e Pitória, ambas aldeenses, no valor de R$ 90 mil. A iniciativa é uma parceria da concessioná­ria com a Câmara Técnica de Pesca e tem por objetivo benefi­ciar todos que forem associados a essas instituições e que atuam na Lagoa Araruama por conta do defeso total.

– Com a iniciativa reforçamos a preocupação da Prolagos com a preservação do meio ambien­te, principalmente com a Lagoa Araruama, e nos tornamos ain­da mais parceiros dos pescado­res que dependem da atividade pesqueira da maior lagoa hiper­salina em estado permanente do mundo – avaliou Carlos Roma Júnior, presidente da Prolagos.

O valor da bolsa socioam­biental é dividido entre as cinco colônias para investimentos em benefício dos pescadores, como­realização de capacitação para pescador profissional, melho­rias e reforma das unidades e do cais de Iguaba Grande, compra de materiais diversos, para citar alguns.

Fim do defeso – Termina hoje o terceiro defeso total da Lagoa de Araruama, que começou em 1º de agosto. A proibição atingiu qualquer tipo de pesca, incluin­do a esportiva e de lazer. A partir de amanhã, no entanto, começa a segunda etapa do defeso da sardinha, que vai até 15 de feve­reiro de 2016.

Segundo a Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio (Fi­perj) o primeiro defeso, que se encerrou em julho, teve por ob­jetivos o crescimento da espécie juvenil até 17 centímetros e a recuperação dos estoques, além de promover a pesca sustentável.