Assine Já
domingo, 05 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53720 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15618 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Peró

Peró cobra o cronograma de obras

O início da segunda fase das obras estava previsto para julho, mas foi adiado para depois do verão de 2020

03 agosto 2019 - 09h30Por Redação I Foto: divulgação
Peró cobra o cronograma de obras

Representantes do bairro do Peró vão pedir uma audiência ao prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, para que ele explique o cronograma do projeto Bandeira Azul para a Praia do Peró. O início da segunda fase das obras estava previsto para julho, mas foi adiado para depois do verão de 2020. Para discutir a questão, várias lideranças do bairro, ambientalistas e hoteleiros se reuniram nesta sexta-feira no Hostel Container. Convidados, o prefeito e o secretário de Meio Ambiente, Mário Flávio Moreira, não compareceram.


Com o adiamento, anunciado anteontem em nota oficial, a Prefeitura conseguiu postergar a conquista definitiva da Bandeira Azul para o Peró. Se o júri internacional aprovar, a bandeira será novamente hasteada em novembro, mas somente para a próxima temporada de verão. Para ter o certificado de forma definitiva (com revisões anuais), será preciso cumprir as 34 exigências feitas pela Coordenação Nacional do Programa Bandeira Azul.


– Nós temos o mais importante, que é a  qualidade da água do mar, mas é necessário cumprir exigências importantes, como acessos e segurança. Nós da sociedade sequer temos conhecimento do projeto de urbanização da orla. Nem o Conselho Gestor foi ouvido sobre mudanças na coordenação e em relação ao cronograma – lamentou Roberto Saci, do movimento Amigos do Peró (AP).


No documento que será enviado ao prefeito, a comunidade vai lamentar a ausência dele e do seu representante no encontro para esclarecer pontos obscuros do projeto Bandeira Azul e cobrar um cronograma oficial. Os defensores do programa também querem saber o que será feito até novembro, quando novamente a bandeira será hasteada provisoriamente.


– Não é possível entender como o prefeito não comparece e nem envia representante num encontro tão importante, onde poderiam esclarecer as dúvidas que continuam pendentes. Vamos cobrar – disse Leandro Sampaio, ex-prefeito de Petrópolis, que integra os AP.
Coordenadora Nacional do programa Bandeira Azul, Leana Bernardi disse que foi procurada por Cabo Frio com o pedido para postergar as obras que estavam previstas para a Praia do Peró:


– Este adiamento não vai afetar o hasteamento da Bandeira Azul, desde que o município garanta o cumprimento dos critérios, como foi feito na temporada passada. Na verdade não é a Bandeira Azul que está sendo prorrogada, e sim as obras de melhoria na praia – esclareceu.