Assine Já
segunda, 23 de novembro de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11377 Óbitos: 530
Confirmados Óbitos
Araruama 2262 116
Armação dos Búzios 1000 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3609 179
Iguaba Grande 1034 39
São Pedro da Aldeia 1693 75
Saquarema 1415 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Passeio por locais históricos de Cabo Frio acontece no dia 17

Caminhada surgiu de debate "Cidade Viva", promovido pela Folha dos Lagos

09 junho 2017 - 07h44
Passeio por locais históricos de Cabo Frio acontece no dia 17

O passeio histórico por Cabo Frio sugerido durante o último ‘Cidade Viva’ – projeto da Fo­lha dos Lagos – sairá do papel. No próximo dia 17, a caminha­da terá largada no Largo Santo Antônio, no Itajuru, às 9h. O ro­teiro é uma proposta do projeto Núcleo de Estudos Históricos, numa parceria entre o curso de História da Estácio de Sá e a Prefeitura de Cabo Frio.

A previsão é que o passeio dure três horas. De acordo com o coordenador do curso de His­tória da Estácio, Paulo Cotias, a ideia é percorrer locais que ajudem a contar uma trajetória de mais de 400 anos.

– Nós vamos fazer uma ca­minhada, um roteiro histórico a pé. Será iniciado no Morro da Guia, passará pela Érico Coe­lho e fará todo o corredor his­tórico do centro da cidade. Par­tiremos da Praça Porto Rocha, passando pelo bairro Passagem e finalizando no Canto do Forte. Vamos trabalhar um corredor histórico. Nesse caminho, pas­saremos por Câmara, Charitas, Igreja de Nossa Senhora da As­sunção e Igreja Brasileira – diz.

O professor ainda quer um maior envolvimento dos mora­dores com o patrimônio históri­co de Cabo Frio.

– É um duplo objetivo. Que­remos auxiliar na consolidação do turismo histórico como al­ternativa viável para incremen­tar a programação da cidade de modo permanente. E também queremos fazer com que as pes­soas conheçam mais a nossa história, se apaixonem por ela e se envolvam mais com os seus referenciais, suas instituições, seu patrimônio. Eles fazem que sejamos aquilo que somos. Eles que constroem a nossa identida­de – analisa.