Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
TEMPO REAL Confirmados: 38094 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9614 300
Armação dos Búzios 4695 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5248 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Parto humanizado está assegurado na Saúde pública e particular

09 abril 2021 - 13h30Por Rodrigo Branco

O direito ao parto humanizado está assegurado nos hospitais públicos e privados do estado do Rio. A determinação é da lei 9238/21, de autoria do deputado Carlos Minc (PSB), publicada em diário Oficial nesta sexta-feira (9/. O objetivo da norma é garantir que a gestante tenha o direito de optar pelos procedimentos eletivos que, resguardada a segurança do parto, propiciando maior conforto e bem-estar, incluindo procedimentos médicos para alívio da dor. A modalidade de atendimento só era obrigatório na rede pública - através da Lei 7.191/16.

Doulas

Além de alterar a legislação em vigor para incluir o parto humanizado na rede privada, a lei também alinha a norma à Lei 7.134/16, que garante à gestante a presença de doulas e acompanhantes de livre escolha da mulher durante o parto.A medida garante que as disposições de vontade constantes do Plano Individual de Parto poderão ser contrariadas quando a segurança do parto ou a saúde da mãe ou do recém-nascido forem comprometidas. Neste caso, a decisão médica deverá ser feita por escrito e constar no prontuário médico. Os procedimentos realizados em contrário ao constante do Plano Individual de Parto deverão ser devidamente informados à mulher, e em caso desta não estar em condições, ao seu acompanhante, preferencialmente antes de sua realização, quando possível.

“A presente proposta tem por objetivo adequar a legislação estadual às recomendações da Organização Mundial de Saúde, atualizadas em 2018, e às Diretrizes para Parto do Ministério de Saúde, publicadas em 2017, que dispõe para todo serviço de saúde, seja público ou privado, estabelecendo boas práticas para a atenção ao ciclo gravídico-puerperal”, declarou Minc.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.