Assine Já
sexta, 29 de maio de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 1027 Confirmados: 975 Óbitos: 89
Suspeitos: 1027 Confirmados: 975 Óbitos: 89
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 48 268 26
Armação dos Búzios 415 65 1
Arraial do Cabo 6 35 5
Cabo Frio 497 279 21
Iguaba Grande 29 69 12
São Pedro da Aldeia 18 101 8
Saquarema 14 158 16
Últimas notícias sobre a COVID-19
assassinato

Comércio do Jacaré continua fechado por causa da morte de jovem 

Comandante do batalhão diz que equipes estão no local em busca dos criminosos

19 agosto 2014 - 11h21Por Rosana Rodrigues|Fotos: Johnny Costa
 Comércio do Jacaré continua fechado por causa da morte de jovem 

Alguns estabelecimentos da Rua Pomar, no  bairro Jacaré, em Cabo Frio, continuam fechados na manhã desta terça-feira (19) por causa da morte do jovem de 18 anos Leandro de Souza Santos, assassinado a tiros na Rua Samuel  Bessa nesta madrugada. De acordo com o comandante do 25º BPM (Cabo Frio), tenente-coronel Ruy França, várias equipes policiais foram deslocadas para a área a fim de intensificar as buscas pelos autores do crime. No Colégio Municipal Maria Amélia dos Santos Silveira, na mesma rua, as aulas foram suspensas.

- O clima está tenso no local e desde a madrugada, quando soubemos do assassinato, enviamos equipes para a área para tentarmos prender os autores deste crime. Acredito que durante todo o dia, mais informações chegarão ao batalhão. As primeiras denúncias que tomamos conhecimento é que marginais que lideram o movimento do tráfico de drogas no local possam ser os responsáveis pelo assassinato – informou o oficial.

Denúncias anônimas informaram que os comerciantes do local sofreram pressão para não abrir seus estabelecimentos. Depois de ser periciado, o corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio.

A polícia informou que Leandro tinha anotação criminal por porte ilegal de armas em uma ocorrência registrada em dezembro do ano passado. Diversas viaturas da PM foram deslocadas para o bairro com o objetivo de aumentar a segurança. O caso será investigado na 126ª DP (Cabo Frio).