Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
20ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Parókia

Parókia não abre mão de desfile

Blocos se posicionam contra proibição de desfiles pela rua

07 fevereiro 2017 - 08h10
Parókia não abre mão de desfile

 Se forem impedidos de des­filar, limitando-se à tradicional “concentra,mas não sai”, os blo­cos carnavalescos de Cabo Frio poderão produzir o maior nó no trânsito da de Cabo Frio, alertou ontem Jessé Menezes, o Maes­tro Jessezinho, presidente do Pa­rókia, um dos mais tradicionais da cidade. E este é o tema que promete acirrar o debate sobre o assunto, nesta quinta-feira, no auditório da Folha dos Lagos, a partir das 10h.

– Desfilar pelas ruas significa dispersar a multidão. Concentrar e não sair será o caos, porque o nó no trânsito será inevitável – comentou o Maestro Jessezinho.

O Parókia reúne pelo menos três mil pessoas no carnaval. Sem desfilar, todos estes foliões criam verdadeiro nó no trânsito nas con­fluências das ruas Nilo Peçanaha e Jorge Lóssio, que, inclusive, é rota dos veículos do Corpo de Bombeiros e ambulâncias.

– Sou contra apenas concen­trar, até porque o Parókia não depende de estruturas como guardas municipais e muito me­nos trios elétricos – sustentou ainda Jessé Menezes.

Fundadora do Flor da Passa gem, Meri Damaceno disse que não adianta deixar os blocos pa­rados sem oferecer infraestrutura.

– Mesmo com os blocos não saindo, tem que haver estrutura na comunidade. Vai ter guarda vigiando? Policial militar? Tem que ter segurança. Cabo Frio está muito violento. Com a ci­dade cheia, botarão os blocos na rua e cada um se vira como pode? Não tem infraestrutura para nada. Vai ficar a cargo das agremiações pagarem os banhei­ros químicos e a segurança? – questiona Meri Damaceno.

Já Zarinho Mureb, fundado­ra do Bloco da Farinha, não vê problemas na saída dos blocos menores.

– Nesse momento, está com­plicado de fazer os blocos saírem nas ruas. No entanto, os blocos menores, para até 500 pessoas, eu não veria problema nisso. En­tendo a preocupação da Prefei­tura. Afinal, há um contingente pequeno de guardas. E eles pe­garam a cidade desorganizada, num momento complicado. Mas os blocos com bateria podem sair tranquilamente – avalia.

Apesar da contestação de representantes de blocos, o se­cretário municipal de Cultura, Ricardo Chopinho, continua in­sistindo que já existe acordo en­tre os representantes de blocos, condenando-os à simples con­centração no carnaval.

– Não podemos abrir exceção para nenhum, o direito é igual para todos – sentencia o secretá­rio. Mas nesta quarta, véspera do debate na Folha dos Lagos, ha­verá reunião da organização do Carnaval com os mais diferentes setores da cidade.

Abertura – Na noite de sexta-feira, o Parókia abriu a temporada carnavalesca da cidade com a re­alização de seu primeiro ensaio. Ontem, Jessé Menezes passou o dia em contato com os mais dife­rentes setores da municipalidade em busca de apoio. A intenção dele é, a partir de agora, promo­ver ensaios todas as sextas-feiras, sempre a partir das 20h.

Debate – Aberto com um fórum sobre a regulamentação do Uber, o projeto “Debates da Folha” desta quinta-feira será exclusivamente sobre o carna­val de Cabo Frio. Além da dis­cussão em torno do polêmico desfile dos chamados blocos tra­dicionais, também haverá a di­vulgação oficial da programação de shows da Arena Bloco, que, este ano, deixa a área da Praia do Forte, onde hoje está um circo, para ocupar todas as dependên­cias do Costa Azul Iate Clube.

O debate desta quinta, que terá duração de duas horas, vai reunir representantes de todos os blocos tradicionais da cida­de. Além da Folha dos Lagos, o debate terá também a cobertura da Litoral News e do Programa Amaury Valério, da Rádio On­das. O debate também terá trans­missão ao vivo através da pagina do facebook da Folha.