Assine Já
domingo, 07 de março de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
22ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 27215 Óbitos: 935
Confirmados Óbitos
Araruama 6957 183
Armação dos Búzios 3258 33
Arraial do Cabo 865 38
Cabo Frio 7501 359
Iguaba Grande 2573 58
São Pedro da Aldeia 3610 130
Saquarema 2451 134
Últimas notícias sobre a COVID-19
SÃO PEDRO DA ALDEIA

Parceria entre São Pedro e UFRJ possibilitará estágio na área de Nutrição

A parceria será possível no ano letivo de 2020, por meio de um convênio firmado entre o município e a universidade

18 novembro 2019 - 16h42Por Redação
Parceria entre São Pedro e UFRJ possibilitará estágio na área de Nutrição

A Diretoria de Nutrição Escolar da Secretaria Municipal de Educação recebeu, nesta quinta-feira (14), a professora do curso de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), campus de Macaé, doutora Amábela Avelar Cordeiro, para tratar de assuntos pertinentes ao estágio curricular obrigatório de estudantes dos 8º e 9º períodos. A parceria será possível no ano letivo de 2020, por meio de um convênio firmado entre o Município e a Universidade.

Durante a reunião, a diretora de Nutrição, Gabrielle Almeida Moreira, apresentou a estrutura do setor, que é responsável pela merenda dos cerca de 13 mil anos da Rede Municipal de Ensino, que frequentam 41 unidades escolares. Além do trabalho das merendeiras das creches e escolas, a diretoria conta com o suporte técnico de nove nutricionistas.

Amábela explicou que os estudantes dos dois últimos períodos devem realizar quatro estágios obrigatórios e a área da nutrição escolar é uma oportunidade para a prática de atividades como Gestão, avaliação nutricional e educação alimentar.

De acordo com a diretora de Nutrição, Gabrielle Almeida, a parceria com a UFRJ traz grandes expectativas quanto ao que poderá ofertar aos alunos da Rede de Ensino no próximo ano. “Estou confiante de que será um diferencial para nossas escolas. Contamos com a realização de projetos de educação alimentar, assim como melhoraria no acompanhamento da saúde alimentar das crianças e adolescentes, para que possamos contribuir sempre com o melhor desempenho de cada um. Também, auxiliar nossas merendeiras e diretores em seu dia a dia nas unidades escolares”, disse.

A pauta também abordou questões como treinamento de boas práticas, valorização dos profissionais que trabalham nas cozinhas das escolas, alimentação quilombola, agricultura familiar e elaboração de cardápios especiais, além da relação com o Conselho Municipal de Alimentação Escolar e aplicação do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.