Assine Já
quarta, 20 de outubro de 2021
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
cabo frio

Otimista, Janio diz que Pezão "vira o jogo" e vai para o 2º turno na disputa pelo Governo do Rio

Deputado concedeu entrevista ao site da Folha

19 maio 2014 - 18h09
Otimista, Janio diz que Pezão "vira o jogo" e vai para o 2º turno na disputa pelo Governo do Rio

Vitória de virada, mesmo que nos acréscimos do segundo tempo. Essa é a aposta do deputado estadual Janio Mendes (PDT) para a performance de Luiz Fernando Pezão (PMDB) na disputa ao Governo Estadual. Em entrevista exclusiva ao site da Folha dos Lagos, Janio disse apostar que o governador conseguirá não apenas se distanciar dos lanternas na pesquisas de intenção de volto, mas disputar o segundo turno com Garotinho (PR).

Será páreo duro: o senador Marcelo Crivella (PRB) aparece na liderança (18%), seguido por Garotinho (13%), o petista Lindbergh Farias (8%) e o democrata Cesar Maia (7%). Com 6%, Pezão está à frente apenas de Alfredo Sirkis (PSB), com 2%, e Miro Teixeira, com 1%.

Analistas políticos observam que a candidatura de Pezão sofreu com o desgaste da imagem do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), alvo preferido das manifestações que tomaram conta das ruas do Rio no ano passado. Para Janio, entretanto, o ‘eleitor vai enxergar quem tem capacidade’ para assumir o cargo.

– O Estado do Rio tem que continuar mantendo a harmonia com a Federação e com as parcerias que têm se apresentado nesses últimos anos. E o eleitor, a partir de agora, irá enxergar nitidamente quem de fato tem a capacidade e a experiência para comandar este processo – comentou Janio Mendes, lembrando que, além da densidade eleitoral, Garotinho tem também a favor o fato de já ter sido governador e ter reconhecida expressão no interior do estado.

Janio também opina sobre a disputa presidencial: para ele, a candidatura de Dilma Rousseff (PT) está consolidada.

– Se houver alguma ameaça à candidatura de Dilma, esta vem do Nordeste – disse, ironicamente, sem querer determinar se o nome da ameaça é o pernambucano Eduardo Campos (PSB) ou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também natural de Pernambuco, maius espeficicamente de Caetés, na cidade de Garanhuns.

A pesquisa do do Instituto Gerp foi encomendada pelo jornal O Dia e ouviu 870 eleitores entre os dias 18 e 23 de abril e foi registrada no TRE-RJ com o número 00003/2014.