Assine Já
domingo, 01 de agosto de 2021
Região dos Lagos
19ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46303 Óbitos: 1873
Confirmados Óbitos
Araruama 11418 357
Armação dos Búzios 5492 58
Arraial do Cabo 1574 87
Cabo Frio 12663 757
Iguaba Grande 4763 115
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
ENEM 2020

Os desafios na preparação para o Enem

Professores e alunos contam como lidaram com a pandemia; veja dicas para bom desempenho na prova

11 janeiro 2021 - 13h15Por Julian Viana
Os desafios na preparação para o Enem

Falta pouco para a aplicação da primeira parte do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Com a pandemia do coronavírus, as provas tiveram que ser adiadas e serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Do ano passado para cá, alunos e professores tiveram que se adaptar durante o período de preparação das provas. É o caso de Suzana Rocha de Vasconcelos, professora de matemática do Colégio Estadual Miguel Couto, em Cabo Frio. Ela ajuda na organização de projetos para os alunos do 3º ano do Ensino Médio.

 – A princípio, a gente achava que isso tudo iria durar só alguns meses, mas não foi o que aconteceu. Durante todo o ano, precisamos nos adaptar e fazer coisas que nunca fizemos antes. As aulas foram online, e tentávamos ao máximo ter um vínculo com os nossos alunos, com o intuito de ajudá-los – relembra Suzana. 

Ela conta que o colégio realiza um trabalho especial com com o objetivo de preparar os estudantes para o Enem e outros exames.

 – A gente faz simulado com cartão-resposta para que eles [alunos] possam se acostumar a preencher um cartão; colocamos questões semelhantes a dos vestibulares e solicitamos que os alunos escrevam redações, que são corrigidas pelos professores – conta. 

Diego Feitosa, sócio-proprietário e professor de Biologia em um dos cursos preparatórios de Cabo Frio, o TD PréVestibular, conta que as aulas passaram a ser remotas desde o momento da confirmação da pandemia, em março. 

– Adquirimos ferramentas importantes como a plataforma de conferências e estendemos o uso da plataforma educacional de avaliação e desempenho – afirma o professor, enfatizando que, dessa forma, o curso preparatório conseguiu reduzir o impacto da transição forçada do ensino presencial para o ensino a distância, causado pelo isolamento social.

O desafio do estudo durante a quarentena

 – A preparação para o Enem foi desafiadora. Para vencer os obstáculos, contar com a dedicação dos professores foi fundamental, destaca Júlia Carvalho, 19 anos. Ela já concluiu o Ensino Médio e pretende cursar Direito ou Jornalismo. 

 – No início foi mais difícil de me adaptar à nova rotina e horários, mas acredito que a organização dos professores em suprir as dificuldades tanto por parte dos conteúdos quanto pela adaptação as aulas virtuais foi essencial para que o ano fluísse com tranquilidade – conta a estudante.

Já Gabriela Pessoa Ribeiro, de 16 anos, pretende cursar Medicina e concluiu o 1º ano do Ensino Médio. Mesmo sendo tão jovem, ela resolveu tentar o Enem este ano para ver como será a sua desenvoltura e para se preparar para os próximos. 

– Tinha dias que eu conseguia cumprir à risca tudo o que tinha planejado para estudar e outros que a motivação faltava e a concentração não aparecia. O que me ajudou a me preparar para a prova foram as aulas online do curso de redação que eu frequento e a escola – conta Gabriela. 

Para Ana Clara Gonçalves, 17 anos de idade, manter o mesmo ritmo de estudo em casa foi o maior desafio. Ela também pretende cursar Medicina e está no 2º ano do Ensino Médio. 

– Como a carga de conteúdo é muito extensa, o que eu fiz foi priorizar os pontos principais para a prova do Enem, como a redação e as disciplinas de exatas, no meu caso. Também procurei por simulados online e conteúdos extracurriculares, como filmes, vídeos e livros. 

Gabriella Motta, 16, conta que teve de perceber que a vida não parou por conta da pandemia, mas precisou ser adaptada. 
– Além de estudar como se estivesse na escola, é necessário estudar o dobro porque o ensino acaba não sendo o mesmo, já que não tem aquele contato professor/ aluno que é muito importante. Eu, por exemplo, tenho me preparado pelo Descomplica, que é uma plataforma de ensino paga – conta. 

Dicas para se sair bem na prova 

Para uma boa desenvoltura na prova, o professor Diego ressalta que o aluno precisa se atentar para os seguintes pontos: 

  • Conferir se os dados do seu Cartão de inscrição estão corretos; 
  • Elaborar a estratégia de deslocamento até o local de prova com um plano B pronto;
  • Usar roupas confortáveis para enfrentar as mais de 5 horas de prova sentado; 
  • Levar lanches que sejam de rápido consumo para o momento do exame;
  • Tentar ter boas noites de sono nos dias que antecedem a prova;
  • Confiar em todo esforço de estudo desempenhado ao longo do ano.

Redação Nota 1000



Para Bruno Ramos de Souza, professor de Língua Portuguesa, Redação, Literatura e Inglês, o estudo para se fazer uma prova do Enem requer muita dedicação. 

– O aluno que vai prestar uma redação dissertativa argumentativa precisa primeiramente entender a base da dissertação e da argumentação. E o que é a dissertação? É simplesmente expor os fatos, é expor o conhecimento geral. E o que seria a argumentação? É expor os seus argumentos. Além de compreender a base da dissertação argumentativa, o aluno precisa entender as cinco competências que são exigidas para a realização dessa prova. As cinco competências são: a gramática, estrutura textual mais a interdisciplinaridade, a coerência, a coesão e a proposta de intervenção – pontua o professor
 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.