Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
TEMPO REAL Confirmados: 38094 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9614 300
Armação dos Búzios 4695 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5248 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
MOBILIDADE

Orla do Peró começa a receber ronda de bicicleta da Guarda Municipal

Projeto é aposta para aumentar segurança na área certificada pela Bandeira Azul e arredores

01 outubro 2020 - 17h34Por Paulo Roberto Araújo (colaboração)

Única praia do interior fluminense com a Bandeira Azul (certificado internacional de qualidade), o Peró, em Cabo Frio, conta deste ontem com o Projeto Bike Orla, através do qual o patrulhamento ostensivo da zona turístico será feito por agentes de bicicleta e com apoio de outros dois guardas municipais que vão atuar em motocicletas. Os ciclistas vão contar ainda com o apoio, para casos de emergência, com os guardas que vão trabalhar em veículos operacionais e com as Rondas Ostensivas Municipais (Romu), estas para ações táticas.

Os ciclistas vão patrulhar somente a zona turística, no trecho certificado com a Bandeira Azul, que compreende a Avenida dos Namorados (onde está proibido o tráfego de veículos) e a Avenida Drasio Solon Ribeiro (antiga Badejos). Nesta área ficam os principais hotéis do Peró. As motos, viaturas operacionais e a Romu ficarão baseadas na cabine operacional que foi reativada na Praça do Moinho. Os agentes farão o patrulhamento ostensivo da Gamboa até o Pontal do Peró, passando pela Ilha do Japonês, Praia das Conchas, Peró e Praia das Dunas.

– O projeto é mais um ponto para o bairro do Peró, que passou a ser um destino internacional depois que recebeu a Bandeira Azul. É mais uma vitória do movimento comunitário, que há anos vem reivindicando este serviço. O importante agora é a manutenção, para que o esquema jamais sofra solução de continuidade – disse o Roberto Saci, hoteleiro e integrante do movimento Amigos do Peró.

Coordenador da Guarda Municipal, Jean Carlos comentou que são muito baixos os índices de criminalidade no Peró. Ele lembrou o depoimento do coronel Robrigo Ibiapina, comandante do 25º BPM, segundo o qual foram registrados apenas dois roubos no Peró de janeiro a agosto de 2020:

– Apesar do baixo índice de criminalidade, a prevenção é importante para que este quadro seja mantido. Os moradores e turistas podem usar o telefone 153, da central da Guarda Municipal, ou então procurar a cabine da Praça do Moinho. Os plantonistas poderão acionar em poucos minutos os agentes que estão no patrulhamento das ruas e a Polícia Militar, com a qual trabalhamos em parceria – explicou Jean Carlos.

Morador do Peró há 30 anos, o corretor de imóveis Jorge Murilo disse que a orla já foi patrulhada por soldados da PM com bicicletas, que foram doadas pela comunidade:

– Mas o serviço funcionou apenas na gestão do coronel Samir. Não podemos permitir que o novo serviço da Guarda Municipal tenha um fim. A iniciativa é muito boa, mas precisa ser permanente.

Neste sábado, os moradores do Peró se encontram com o novo chefe do Parque Estadual da Costa do Sol (PECS), Ranieri Ribeiro. Eles vão pedir mais atuação dos guarda-parques nos trechos da Praia do Peró que estão sob gestão do PECS e da APA do Pau-Brasil. Os moradores reclamam não só da ausência dos agentes do INEA, inclusive no Morro do Vigia, como também da polícia ambiental (Upam). A Praia do Peró tem 7,2 kms, das Conchas ao Pontal.  

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.