Assine Já
domingo, 07 de março de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
22ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 27215 Óbitos: 935
Confirmados Óbitos
Araruama 6957 183
Armação dos Búzios 3258 33
Arraial do Cabo 865 38
Cabo Frio 7501 359
Iguaba Grande 2573 58
São Pedro da Aldeia 3610 130
Saquarema 2451 134
Últimas notícias sobre a COVID-19
mandado

Operação Integração III prende dois acusados de homicídios no Jardim 

Ação cumpriu mandados de prisão da dupla

11 julho 2014 - 09h56
 
 Operação Integração III prende dois acusados de homicídios no Jardim 
Agentes da 126ª DP, liderados pela delegada Flavia Monteiro, prenderam na manhã desta quinta-feira (11) durante a Operação Integração III, Michael Luis da Silva Oliveira, o Maiquinho, de 24 anos e Jorge Fernando Basílio Corrêa, 23 anos, conhecido como Jorginho. A ação contou também com o apoio dos policiais do 25º BPM (Cabo Frio), coordenados pelo tenente-coronel Ruy França, comandante do batalhão. O objetivo da operação era cumprir os mandados de prisão expedidos pela Justiça dos dois, que estão envolvidos em vários inquéritos de homicídios na região do Jardim Esperança e Tangará. Um deles é referente a uma tentativa de assassinato a Vicenzo Jardim Filho, que sobreviveu à execução. 
Os acusados foram capturados em casa. Maiquinho foi preso na Rua Silveira Martines e Jorginho, na Rua do Forno, ambas no Jardim Esperança. A dupla é suspeita de ter assassinado Tiago Cardoso Farias o pedreiro Ramon de Oliveira Siqueira, que teria sido morto por Jorginho
A titular lembra que a vítima da tentativa de homicídio que sobreviveu ao crime, não hesitou em reconhecer seus algozes, o Jorginho e Thiago de Assunção Nunes, 26 anos, o Thiaguinho, que já está preso desde junho por homicídio e roubo. Outra vítima de Jorginho foi o pedreiro Ramon de Oliveira Siqueira, de 26 anos, morto em maio.
A delegada Flávia Monteiro disse que o trabalho coordenado com a PM é resultado de muita investigação e informações procedentes do serviço de Disque-Denúncia.
- A rivalidade pelo controle do tráfico de drogas leva a muitos homicídios por motivo fútil, o que aumenta ainda mais a pena. Eles matavam somente para impôr a violência no local e vinham tirando a vida de inocentes, como foi o caso do Ramon, morto enquanto trabalhava.  Por isso, temos que retirar urgentemente essas pessoas do convívio com a sociedade. Contamos muito com o apoio da população para nos informar sobre a localização destes criminosos - observou a delegada.
O comandante do 25º BPM, tenente coronel Ruy França ressaltou a importância de a sociedade confiar no trabalho da polícia, já que ela está colaborando com o trabalho de investigação das duas corporações.
 – O nosso objetivo é restaurar a paz para os moradores de Cabo Frio. Estamos trabalhando incansavelmente para retirar de circulação essas pessoas, além das drogas e armas. Vamos aumentar ainda mais o cerco com estratégias planejadas do serviço de inteligência – comentou França.