Assine Já
domingo, 07 de junho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 151 Confirmados: 1348 Óbitos: 109
Suspeitos: 151 Confirmados: 1348 Óbitos: 109
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 65 348 29
Armação dos Búzios 38 113 3
Arraial do Cabo 14 48 9
Cabo Frio X 416 29
Iguaba Grande 13 94 13
São Pedro da Aldeia 12 124 9
Saquarema 9 205 17
Últimas notícias sobre a COVID-19
mandado

Operação Integração III prende dois acusados de homicídios no Jardim 

Ação cumpriu mandados de prisão da dupla

11 julho 2014 - 09h56
 
 Operação Integração III prende dois acusados de homicídios no Jardim 
Agentes da 126ª DP, liderados pela delegada Flavia Monteiro, prenderam na manhã desta quinta-feira (11) durante a Operação Integração III, Michael Luis da Silva Oliveira, o Maiquinho, de 24 anos e Jorge Fernando Basílio Corrêa, 23 anos, conhecido como Jorginho. A ação contou também com o apoio dos policiais do 25º BPM (Cabo Frio), coordenados pelo tenente-coronel Ruy França, comandante do batalhão. O objetivo da operação era cumprir os mandados de prisão expedidos pela Justiça dos dois, que estão envolvidos em vários inquéritos de homicídios na região do Jardim Esperança e Tangará. Um deles é referente a uma tentativa de assassinato a Vicenzo Jardim Filho, que sobreviveu à execução. 
Os acusados foram capturados em casa. Maiquinho foi preso na Rua Silveira Martines e Jorginho, na Rua do Forno, ambas no Jardim Esperança. A dupla é suspeita de ter assassinado Tiago Cardoso Farias o pedreiro Ramon de Oliveira Siqueira, que teria sido morto por Jorginho
A titular lembra que a vítima da tentativa de homicídio que sobreviveu ao crime, não hesitou em reconhecer seus algozes, o Jorginho e Thiago de Assunção Nunes, 26 anos, o Thiaguinho, que já está preso desde junho por homicídio e roubo. Outra vítima de Jorginho foi o pedreiro Ramon de Oliveira Siqueira, de 26 anos, morto em maio.
A delegada Flávia Monteiro disse que o trabalho coordenado com a PM é resultado de muita investigação e informações procedentes do serviço de Disque-Denúncia.
- A rivalidade pelo controle do tráfico de drogas leva a muitos homicídios por motivo fútil, o que aumenta ainda mais a pena. Eles matavam somente para impôr a violência no local e vinham tirando a vida de inocentes, como foi o caso do Ramon, morto enquanto trabalhava.  Por isso, temos que retirar urgentemente essas pessoas do convívio com a sociedade. Contamos muito com o apoio da população para nos informar sobre a localização destes criminosos - observou a delegada.
O comandante do 25º BPM, tenente coronel Ruy França ressaltou a importância de a sociedade confiar no trabalho da polícia, já que ela está colaborando com o trabalho de investigação das duas corporações.
 – O nosso objetivo é restaurar a paz para os moradores de Cabo Frio. Estamos trabalhando incansavelmente para retirar de circulação essas pessoas, além das drogas e armas. Vamos aumentar ainda mais o cerco com estratégias planejadas do serviço de inteligência – comentou França.