domingo, 16 de junho de 2024
domingo, 16 de junho de 2024
Cabo Frio
20°C
Park lagos
Park Lagos 2
Trânsito

Número de vítimas de acidentes sobe 26% este ano

Dados entre janeiro e julho comparados a 2018 fazem parte de estudo do Detran e ISP 

18 setembro 2019 - 20h10Por Rodrigo Branco
Número de vítimas de acidentes sobe 26% este ano

O trânsito da Região dos Lagos está mais hostil este ano. De acordo com dados de um levantamento conjunto feito entre o Detran-RJ e o Instituto de Segurança Pública (ISP), houve aumento de 26% no número de vítimas (fatais ou não) de acidentes em relação a 2028, levando em conta o período entre os meses de janeiro e julho. As estatísticas fazem parte do estudo que deu origem ao ‘Dossiê Trânsito’, divulgado ontem, dia que marcou a abertura da Semana Nacional do Trânsito.

Nos sete primeiros meses deste ano, foram contabilizadas 993 vítimas de acidentes nas ruas, avenidas e rodovias que cortam os sete municípios da região. No mesmo período de 2018, essa quantidade foi de 786. A cidade que registrou o maior número de vítimas foi Araruama; com 278, seguida por Cabo Frio (250); Saquarema (203); São Pedro da Aldeia (122); Búzios (62); Iguaba Grande (40) e Arraial do Cabo (38). Percentualmente, o município que teve o maior aumento na quantidade de vítimas foi Iguaba, com 90,4%. O menor acréscimo percentual foi em Saquarema, com 4,6%.

Outra estatística a que a reportagem teve acesso foi a de número de infrações de trânsito, como excesso de velocidade e direção sem carteira de habilitação, entre outros. Nesse aspecto, o comportamento do motorista da Região dos Lagos teve pouca alteração. Entre janeiro e julho de 2019, foram registradas 97.678 infrações, contra 96.678 no mesmo período do ano passado. Isso representa um aumento de 0,9%.
Colocando uma ‘lupa’ sobre os números, é possível ver que houve melhora no comportamento dos motoristas de Cabo Frio, Arraial do Cabo e Saquarema. Nos três municípios, houve redução nas ocorrências de trânsito. Em Cabo Frio, a queda foi de 21%; em Arraial do Cabo, de 47,2%; e, em Saquarema, de 74%. 

Na ‘contramão’ da tendência de queda aparece Araruama, que subiu de 8.378 infrações de trânsito de janeiro a julho de 2018, contra 30.863 nos sete primeiros meses deste ano. Isso significa que o índice disparou 268% no município araruamense em apenas um ano. 
Ao longo de todo oano de 2018, segundo o Detran-RJ, a Região dos Lagos teve computadas 155.422 infrações de trânsito e 1.357 vítimas de acidente de trânsito.

 Apesar de o levantamento não fazer a separação entre acidentes com veículos de duas ou quatro rodas, o instrutor e especialista em trânsito Walter Santos demonstra preocupação especial com as motos que, segundo ele, estão “abusando muito”. Sobre o aumento do número de vítimas, Walter aponta dois fatores como os principais.

– A sinalização vertical e horizontal são deficientes. E a gente tem outro problema. Os policiais e agentes de trânsito estão engessados pela lei e isso prejudica a fiscalização. Estou muito preocupado – afirmou o instrutor.