Assine Já
quinta, 21 de outubro de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
AQUECIMENTO ECONÔMICO

Número de empresas abertas em Cabo Frio aumenta, mesmo em comparação com pré-pandemia

Mais de mil empresas abriram as portas no município entre janeiro e agosto deste ano

21 setembro 2021 - 15h26Por Redação

Cabo Frio teve aumento no número de eempresas abertas na cidade em releção aos dois últimos anos. Segundo dados da Secretaria Municipal de Fazenda, entre janeiro e agosto deste ano, o município registrou um aumento de 64% no número de novas empresas abertas, em relação ao mesmo período do ano passado. Nos oito primeiros meses de 2021, houve 1.095 novas inscrições municipais, contra 665 na comparação a 2020. Em relação a 2019, ainda no período anterior à pandemia de coronavírus, o aumento chega a 71%. De janeiro a agosto daquele ano, 637 empresas abriram as portas no município. 

"Essa é uma excelente notícia para o município, que está em franca retomada, mesmo ainda em meio à pandemia. A abertura de mais empresas é um indicador de que o ambiente de negócios em Cabo Frio está propício neste momento, graças à ação de um governo responsável, transparente e que está de braços abertos para o empreendedor. O pagamento dos salários dos servidores em dia também contribui bastante para isso, pois estimula o consumo de bens e serviços", afirma a secretária de Fazenda, Daniella Mendes. 

Também entre os microempreendedores individuais, as atividades ganharam maior impulso. De janeiro a agosto de 2021 foram registrados 664 novos MEIs na cidade, enquanto no mesmo período de 2020 esse número foi de 577. O resultado representa um acréscimo de 15% em comparação ao ano passado. Já em relação aos oito primeiros meses do ano retrasado, ainda sem o impacto da Covid-19, o aumento foi de 4%. De janeiro a agosto de 2019, 634 MEIs foram registrados em Cabo Frio. 

O aumento no número de empresas no município não apenas abre a perspectiva para um incremento na arrecadação própria de taxas e tributos, como o Imposto Sobre Serviços (ISS), mas também representa um aquecimento do mercado de trabalho a partir da maior oferta de empregos, conforme mostra o mais recente estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). Segundo o levantamento da entidade, Cabo Frio foi o município da região que mais criou postos formais de trabalho nos últimos cinco meses: 1.062. 

A expectativa é de que a virada econômica se consolide nos próximos meses, com a inauguração de mais três grandes estabelecimentos no município. As filiais das Lojas Pernambucanas, do Magazine Luiza e o novo Hotel da rede SESC irão gerar mais de 200 vagas de emprego até o fim do ano. Simultaneamente a isso, a Prefeitura trabalha para implantar o Polo de Desenvolvimento Econômico, que ocupará uma área de 28 mil metros quadrados no loteamento Colinas do Peró II, no Grande Jardim Esperança, onde poderão se instalar até 19 empresas de médio e grande porte.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.