Assine Já
terça, 20 de abril de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
19ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 34054 Óbitos: 1273
Confirmados Óbitos
Araruama 8675 279
Armação dos Búzios 4115 54
Arraial do Cabo 1200 64
Cabo Frio 9216 453
Iguaba Grande 3308 82
São Pedro da Aldeia 4728 188
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
NOVO COMANDO

Novo delegado de Arraial do Cabo pede ajuda da população

Ruchester Marreiros ressalta importância de denúncias

05 março 2021 - 12h20Por Julian Viana
Novo delegado de Arraial do Cabo pede ajuda da população

Ruchester Marreiros, 46 anos, é o novo delegado da 132ª Delegacia de Polícia  em Arraial do Cabo. Ele entra no lugar de Patrícia Aguiar, que ficou no cargo pouco mais de dez meses. Um dos principais desafios, avalia, será o de estabelecer uma relação de confiança com a população para formalização de denúncias – a 132ª DP tem canal interativo pelo WhatsApp 22 981136585, com anonimato garantido. 

Ruchester Marreiros é pósgraduado em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade Cândido Mendes e foi subsecretário de Ordem Pública da cidade do Rio de Janeiro e corregedor-geral da Secretaria de Ordem Pública de Macaé.

Folha – Quais são as suas expectativas para o trabalho na delegacia de Arraial? 
Ruchester Marreiros – A expectativa é de sempre driblar as adversidades e os obstáculos para o desenvolvimento de um bom trabalho e de uma boa investigação, é claro, com a experiência dos outros policiais, que já estão e que conhecem a região. Acredito que toda troca de comando tem o seu lado positivo porque é capaz de promover uma “oxigenada”. 

Folha – O que você pretende implantar durante o seu comando na 132ª DP? 
Ruchester Marreiros – Antes de tudo, é necessário um aprofundamento sobre o que já existe. Como estou chegando agora, é muito prematuro afirmar “vou fazer isso porque isso vai ser melhor do que já tem”. Se o que está sendo desenvolvido é algo positivo e que a comunidade esteja vendo bons resultados, é preciso aprimorar e manter a coisa funcionando. Antes de mais nada é importante fazer uma análise bem aprofundada com o que já se tem e manter aquilo que tem dado certo funcionando. Os policiais me relatam aquilo que vem funcionando, e a gente vai mantendo o que tem e observando tudo o que precisa ser aprimorado. No dia a dia, as dificuldades vão surgindo e é exatamente isso que vai te dar uma expertise para aprimorar algumas situações. 

Folha – Quais são as principais investigações que estão em curso?
Ruchester Marreiros – Existem demandas que são sempre frequentes, como, por exemplo: o tráfico de drogas, o parcelamento irregular do solo urbano, a Lei Maria da Penha e os crimes contra a dignidade sexual. Esses são exemplos de demandas que exigem bastante da nossa atenção e do nosso monitoramento. 

Folha – Quais são os principais desafios encontrados pelo fato de a cidade de Arraial do Cabo ser pequena, mas com um grande número de comunidades? 
Ruchester Marreiros –
O principal desafio é fazer com que a população confie na atividade da polícia judiciária e que se trata de um trabalho sério. Gerando uma credibilidade para a comunidade, de alguma forma, a gente acaba recebendo a ajuda da população com as denúncias anônimas.
 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.