Assine Já
segunda, 26 de julho de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 45921 Óbitos: 1853
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12520 751
Iguaba Grande 4746 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4166 218
Últimas notícias sobre a COVID-19
NOVO DECRETO

Novo decreto implanta barreiras sanitárias nos acessos à Iguaba Grande

Documento também proíbe entrada de pessoas que não moram na cidade

09 abril 2020 - 10h10Por Redação

O prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins, assinou na manhã desta quinta-feira (9) um  novo Decreto Municipal, que disciplina o tráfego de pessoas e veículos no município através da implantação de barreira sanitária. O documento também proíbe a entrada de pessoas que não moram no município, com algumas exceções.

Por conta da proximidade dos próximos feriados, o texto determina que as barreiras serão instaladas em duas etapas: a primeira a partir das 16h desta quinta-feira (dia 9) até às 20h de domingo (dia 12), e  segunda a partir das 16h do dia 20 até às 20h do dia 26.

De acordo com o Decreto, fica impedido o acesso de pessoas com quadro de febre ou outros sintomas característicos da COVID-19, devendo as mesmas serem orientadas a procurar uma Unidade de Saúde mais próxima de sua residência. Também autoriza a autoridade de vigilância sanitária local a efetuar avaliação e análise de conveniência do ingresso de veículos oriundos de município em que já tenham sido identificados casos de contágio pelo coronavírus.

Ainda de acordo com a Prefeitura, o documento também determina a proibição da entrada de pessoas que não residem em Iguaba Grande, com exceção dos seguintes casos: entrega de medicamentos em farmácias, hospital e Unidades de Saúde; entrega de mercadorias em padarias, mercearias, mercados, supermercados, quitandas, hortifrutigranjeiros e estabelecimentos congêneres; segurança privada; tratamento e abastecimento de água; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis; assistência médica e hospitalar; serviços funerários; captação e tratamento de esgoto e lixo; telecomunicações; processamento de dados ligados a serviços essenciais; serviços de urgência, emergência, tais como ambulância, bombeiros e afins; funcionários da área da saúde e pessoas que comprovem vínculo empregatício na cidade.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.