Assine Já
domingo, 27 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
nomeação

Nomeação de primeira-dama causa polêmica

Antes da posse, Marquinho tinha descartado parentes no governo por causa da Lei do Nepotismo

09 março 2017 - 19h15Por Redação I Foto: Arquivo Folha
Nomeação de primeira-dama causa polêmica

A primeira-dama de Cabo Frio, Camila Mendes, acaba de assumir a Secretaria Municipal de Assistência Social. A nomeação foi publicada no jornal que veicula as ações do governo e tem data retroativa de 1º de março. Ela ocupará o cargo no lugar de Hilda Moreira, que foi deslocada para a Coordenadoria-Geral da Melhor Idade.

A posse de Camila na secretaria chama a atenção, uma vez que o próprio prefeito Marquinho Mendes (PMDB) havia descartado em novembro, antes mesmo de assumir o governo, que não colocaria parentes no secretariado, uma vez que a prática contrariaria a Súmula Vinculante 13 do Supremo Tribunal Federal, conhecida como Lei do Nepotismo, pela qual é proibida a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, para cargos da administração direta e indireta. Na ocasião, a primeira-dama já estava cotada para ocupar um posto no primeiro escalão, bem como o irmão do prefeito, Carlos Victor, que acabou preterido na Saúde, por Roberto Pillar.

A nomeação de Camila gerou muitas críticas nas redes sociais e também comparações com o antecessor de Marquinho na Prefeitura, Alair Corrêa, que por decisão da Justiça, a pedido do Ministério Público, foi obrigado a exonerar o irmão, Axiles Corrêa, da Secretaria de Fazenda, e a filha, Carolina Corrêa, da Assistência Social.

Outras mudanças – Substituído por Hilda Moreira na Coordenadoria da Melhor Idade, o ex-vereador Eduardo Kita foi nomeado como assessor especial do Executivo, onde atuará mais próximo do prefeito. Já o ex-deputado federal Bernardo Ariston passa a ocupar a Coordenadoria-Geral de Indústria e Comércio.

A reportagem da Folha entrou em contato com a Prefeitura para pedir um posicionamento sobre a nomeação da primeira-dama na Secretaria de Assistência Social, mas não recebeu retorno até o fechamento desta edição.