Assine Já
quarta, 08 de julho de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 307 Confirmados: 3144 Óbitos: 189
Suspeitos: 307 Confirmados: 3144 Óbitos: 189
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 261 601 41
Armação dos Búzios X 265 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 959 61
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 17 500 18
Saquarema 7 518 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
praia

Nem Praia do Forte escapa do lixo

Ambulantes e turistas se espantaram com a sujeira espalhada pela areia na última sexta (20)

20 agosto 2016 - 14h29Por Gabriel Tinoco

estava até lotado, assim como o restante da Praia do Forte, mas os banhistas não precisavam se esforçar muito para encontrar lixo. O servidor público Fernando Silva, 40, denunciou a sujeira espalhada pela areia às 10h.

– Há muita sujeira ao longo de toda a praia. Não sei o motivo, mas o lixo não foi recolhido. Vi apenas alguns garis caminhando. É uma vergonha. A praia está imunda.

No início da tarde de ontem, os restos de coco, sacolas, garrafas e caixas permaneciam intactos.

O turista carioca Adalberto Moraes, 41, estava incomodado. O autônomo lembra que, da últim vez que veio, não havia tanta sujeira assim.

– Quando estive aqui, não estava assim. Hoje (ontem) está bastante suja. Normalmente, quando venho nessa praia, fico nesse canto, porque é o mais sossegado. Há menos gente por aqui. Mas até estranhei. Esse cantinho sempre foi tão limpo.

Pela praia, caminhavam alguns poucos garis, mas sem fazer a coleta de lixo. O mau cheiro causado aparecia em alguns cantos da praia, principalmente os mais próximos ao Largo do Lido.

O maior acúmulo de lixo ficava próximo às barracas e aos ambulantes – o movimento nas barracas, no entanto, não estava tão bom e alguns vendedores chegavam a descansar nas cadeiras.

O ambulante Márcio Fausto Soares, 40, tem medo de que o lixo interfira nas vendas.

– Está muito suja. E isso atrapalha o movimento. O turista, por exemplo, deixa de visitar a praia quando encontra esse monte de lixo. Isso sem contar o mau humor que toma conta dele e faz com que ele deixe de comprar. O resultado é procurar outros lugares para visitar e consumir. A primeira coisa que o turista sente é ficar enojado – reclama.

A Folha dos Lagos tentou entrar em contato com a Ecomix, mas não conseguiu a resposta até o fechamento desta edição.