Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
mp

MPRJ denuncia servidor lotado na Defensoria Pública de Cabo Frio por corrupção passiva

Segundo MP, ele cobrou R$ 500,00 para que processamento de ação de divórcio fosse adiantado

19 setembro 2016 - 12h12
MPRJ denuncia servidor lotado na Defensoria Pública de Cabo Frio por corrupção passiva

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Cabo Frio, denunciou à Justiça o servidor lotado na Defensoria Pública Rodrigo Pessanha Campos, por corrupção passiva. O MPRJ requereu ainda a suspensão da função pública do denunciado.

O servidor público enviou mensagem telefônica à vítima, através do aplicativo WhatsApp, na qual solicitou a quantia de R$ 500,00 para que o processamento de sua ação de divórcio fosse adiantado.

De acordo com a inicial, Campos praticou ato de ofício infringindo dever funcional, na medida em que solicitou pagamento de valor oneroso indevido à vítima. A denúncia destaca que “na condição de servidor da Defensoria Pública, órgão que, por determinação constitucional, tem por função a prestação de assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem a insuficiência de recursos, jamais poderia ter realizado tal solicitação".