Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

MPRJ deflagra operação contra milícia de Araruama composta por ex-policiais militares

02 setembro 2021 - 16h51Por Redação

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), em conjunto a Polícia Federal em Macaé (DPF/MCE/RJ), deflagrou, na manhã desta quinta-feira (02/09), operação para cumprimento de três mandados de prisão expedidos pelo Juízo da Vara Criminal de Araruama em desfavor de milicianos responsáveis por um triplo homicídio qualificado, ocorrido no Campo do Utá, bairro Fazendinha, em Araruama. Adison Menezes dos Santos (vulgo 'Magrão'), ex-policial militar, e Paulo Diego da Silva ('Dendê' ou 'Diego') já se encontravam presos e os mandados de prisão foram cumpridos no estabelecimento prisional. Outro acusado, o ex-policial militar Marcos André Rodrigues Machado ('Marcão' ou 'Machado'), se encontrava foragido há cerca de um ano e foi preso, nessa manhã, pela Polícia Federal, quando chegava numa pousada na praia do Foguete, em Cabo Frio.

Os três denunciados tiveram a prisão preventiva decretada em função da prática de delitos de triplo homicídio qualificado ocorrido naquele município da Região dos Lagos, em agosto de 2019. Os crimes foram praticados em razão da disputa territorial existente entre a milícia constituída por eles e o braço da facção criminosa autodenominada 'Comando Vermelho', que dominava o tráfico de drogas no Campo do Uta. Nas investigações, foi constatado que o objetivo dos criminosos era se apoderar das armas, drogas e dinheiro manuseados no local pelo tráfico de drogas. Para isso, aponta o GAECO/RJ, além dos homicídios, os denunciados praticavam delitos de roubo e extorsão contra os moradores do local, com emprego de violência e grave ameaça, mediante uso ostensivo de armas de fogo.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.