Assine Já
sábado, 15 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 38271 Óbitos: 1463
Confirmados Óbitos
Araruama 9632 300
Armação dos Búzios 4705 57
Arraial do Cabo 1332 69
Cabo Frio 10222 542
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
VISTORIA

MPF elogia limpeza na Praia do Forte, mas pede colocação de mais lixeiras na areia

Presidente da Comsercaf diz que pediu novos equipamentos, mas acena com remanejamento para o Carnaval

18 fevereiro 2020 - 16h38Por Rodrigo Branco
MPF elogia limpeza na Praia do Forte, mas pede colocação de mais lixeiras na areia

O Ministério Público Federal fez na última sexta-feira (14) a primeira vistoria desta alta temporada, pelo projeto MPF Praia Limpa, na Praia do Forte, em Cabo Frio. E o procurador da República Leandro Mitidieri Figueiredo gostou do que viu.

Mitidieri Figueiredo elogiou o esforço conjunto da Prefeitura e dos comerciantes em manter a faixa de aeia em boas condições, mas, ainda assim, pediu a colocação de mais equipamentos de limpeza urbana.

– O foco foi encontrar comerciantes sem licença, mesas além do número permitido e, principalmente, a questão das lixeiras e da limpeza. Nesse ponto, reforçamos a exigência de cada comerciante ter uma lixeira grande e lixeirinhas em cada mesa, sendo que, ao final do dia, o lixo deverá ser levado para as lixeiras da prefeitura, não podendo ficar nenhum saco na areia – observou o procurador, adiantando que outras vistorias serão feitas nas demais praias da região.

O presidente da Comsercaf, Dario Guagliardi agradeceu as observações positivas, mas disse que as novas lixeiras não devem chegar antes do Carnaval. Ele afirma que fez um segundo pedido, previsto dentro do contrato, antes de o primeiro ter completado em um ano. Ele lamentou o vandalismo e os furtos, mas acenou com a possibilidade de transferir lixeiras de outros lugares para o Forte, para atender aos dias de folia.

– Caso o que foi pedido não chegue, vamos remanejar de outros lugares para a praia. Isso quebra todo o planejamento. Infelizmente, é algo que foge ao nosso controle, de modo que precisamos fazer essa requisição em menos de um ano. Nas Palmeiras, 90% das lixeiras que instalamos foram furtadas – exemplifica.

A ação contou com a participação de agentes das Secretarias de Meio Ambiente, Ordem Pública, Coordenadoria de Posturas e Comsercaf. Antes do verão, ficou determinado que os comerciantes têm que manter pelo menos uma lixeira grande nos quiosques e barracas, além de cestos de lixo pequenos em cada uma das mesas colocadas na areia. Já os ambulantes ficariam responsáveis pelo recolhimento do lixo produzido pelos produtos comercializados.

– O Projeto Praia Limpa, do Ministério Público Federal, vem ao encontro dos nossos objetivos ambientais para todas as praias de Cabo Frio. Nós participamos de algumas reuniões, tanto com os comerciantes quanto com o procurador da República, Leandro Mitidieri, e enquanto representantes do poder público, junto com a Secretaria de Ordem Pública, a Coordenadoria de Posturas e a Comsercaf, vamos desempenhar o papel que nos cabe dentro do Projeto. Tudo aquilo que estiver sendo feito para o benefício meio ambiente de Cabo Frio nos diz respeito e estaremos sempre apoiando – afirmou o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.