Assine Já
sexta, 23 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9379 Óbitos: 483
Confirmados Óbitos
Araruama 1907 110
Armação dos Búzios 579 10
Arraial do Cabo 283 15
Cabo Frio 3081 168
Iguaba Grande 824 38
São Pedro da Aldeia 1446 69
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Moradores se animam e pintam a criatividade para esperar o hexa

Vizinhança do Jardim Caiçara se inspira em caricaturas dos jogadores da seleção

12 junho 2014 - 15h08
Moradores se animam  e pintam a criatividade para esperar o hexa

Aos 45 minutos do segundo tempo, a torcida pelo Brasil faz um gol de placa. A quinta-feira (12), dia jogo de estreia do Brasil contra a Croácia,  amanheceu em verde e amarelo nas ruas de Cabo Frio. Na Duque de Caxias, por exemplo, a animação dos moradores já contagiou os torcedores, que pintaram ruas, muros, calçadas, portões e toda parte que houvesse espaço para decorar com as cores do Brasil. E a criatividade não deu trégua para o adversário, pois as caricaturas dos principais jogadores ganharam uma originalidade esepecial.

A seleção brasileira entra em campo às 17h contra a boa equipe da Croácia pela primeira partida da Copa do Mundo. Ruas de vários bairros da cidade já estão enfeitadas a espera do torcedor, que costuma  juntar os amigos e ir para as ruas torcer. A Secretaria de Ordem Pública informou que não haverá alterações no trânsito por conta do Mundial. Nenhuma rua será fechada, nem mesmo a orla da Praia do Forte ou a Nilo Peçanha, que tradicionalmente são pontos de encontro da torcida cabofriense.

– Todo o trânsito vai ficar normal em Cabo Frio. Não faremos mudanças por não haver necessidade – explicou Adalberto Porto, secretário da pasta.

Adalberto Porto disse também que a prefeitura pode avaliar a possibilidade de fechar a passagem em algum local da cidade se o Brasil chegar a final do Mundial. Ele explicou ainda que caso algum morador ou comerciante feche uma rua, a Guarda Municipal vai oferecer suporte.

– Não temos como estar em todas as ruas, mas naquelas de maior movimento estaremos presentes – contou.

Segundo ele, ruas tradicionais do Centro, que têm grande movimentação de carros e de pessoas, não tem como ser fechadas. A secretaria pede bom senso para os moradores. Que se organizem, mas sem atrapalhar o trânsito de outras pessoas. A única exceção que está sendo avaliada é o Bar Costela, na Avenida 13 de Novembro, conhecido point  de encontro de torcedores inveterados.  A pasta avalia a possibilidade de a rua ser fechada e está fazendo consultas aos comerciantes do local.