quarta, 24 de abril de 2024
quarta, 24 de abril de 2024
Cabo Frio
23°C
Park Lagos Super banner
Park Lagos beer fest
Geral

Moradores de Iguaba denunciam despejo de esgoto na Lagoa de Araruama

Prolagos garante que manobra no Rio Salgado é legal e que obedece o estabelecido pelo Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João

29 fevereiro 2024 - 17h09Por Redação

Mesmo sendo a primeira cidade do Brasil a ter uma praia lagunar com a certificação ambiental internacional da Bandeira Azul, Iguaba Grande ainda sofre com o despejo de esgoto na Lagoa de Araruama. Nos últimos dias a reportagem da Folha recebeu denúncias de que, mesmo sem chuva, as comportas que fazem a ligação do Rio Salgado com a lagoa estariam sendo abertas pela Prolagos. Um dos casos teria acontecido no carnaval.

Um vídeo feito pela ONG Associação Laguna de Araruama às 11h40 do último dia 11 mostra as comportas do Rio Salgado abertas em dia de sol forte. Ao jornal, a Prolagos confirmou a abertura, e garantiu que isso aconteceu “em função das chuvas entre os dias 10 e 11 de fevereiro”. Explicou ainda que as comportas são controladas pelo Centro de Controle Operacional (CCO), que fica na sede da concessionária, “e obedece a níveis estabelecidos pelo Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João”.

No entanto, os moradores da cidade desmentiram a informação. No próprio vídeo da ONG um homem revela que na véspera da gravação “houve apenas uma chuva fraca, de cerca de dois minutos”, que não justificaria a abertura das comportas. Rebeca Caetano de Andrade, que mora próximo à saída do rio com a lagoa, confirmou à Folha que as comportas costumam ser abertas sempre que chove muito forte, o que não foi o caso no carnaval.

– Estranhei ver as comportas abertas no domingo de carnaval porque não choveu. Pra não dizer que não choveu, choveu de leve no sábado à noite, mas foi coisa rápida, menos de cinco minutos, e bem fraco. Não deu nem para molhar as plantas do meu quintal. O carnaval foi todo de sol e sem chuva por aqui. Não teve motivo nenhum para a Prolagos ter aberto as duas comportas jogando esgoto na lagoa - contou.

Genilson Xavier, que possui um comércio no local, também confirmou que não houve chuva que justificasse a abertura das comportas.

– Nem se pode nem chamar aquilo de chuva. O que teve no sábado de carnaval foi um chuvisco de leve e muito rápido. Já vi chover bem mais do que aquilo e as comportas continuarem fechadas - relatou ele, sem esconder o medo de que a situação possa comprometer a balneabilidade da Praia dos Ubás, que fica a cerca de 2,3 km da saída do Rio Salgado (cerca de 25 minutos de caminhada a pé), e no final do ano passado recebeu a certificação da Bandeira Azul.

Segundo a Prefeitura, o Rio Salgado recebe as águas do Rio Iguaba, corta parte do Centro da cidade e deságua na Lagoa de Araruama. Em 2020 o local foi alvo de uma vistoria do Ministério Público Estadual (MPRJ) devido ao constante despejo de esgoto no corpo lagunar. Já em março de 2022 o governo municipal anunciou que a Prolagos havia acabado de receber licença ambiental para início das obras de construção do cinturão de coleta de esgoto do entorno da lagoa, na margem da Rodovia Amaral Peixoto e, também, do entorno do Rio Salgado.

Questionada pela Folha sobre esses investimentos, a concessionária confirmou que está investindo mais de R$ 50 milhões para a conclusão de um trecho de 26 km de um cinturão coletor no entorno da lagoa “que se somarão a outros 38 km já implantados”. No caso específico da Praia dos Ubás, a Prolagos informou que foi concluída a instalação de mais de 1 km de rede coletora, e garantiu que a qualidade da água no local é atestada por meio de análises realizadas semanalmente.

Atualmente, o sistema de captação de esgoto em Iguaba Grande é o chamado “tempo seco”, que segundo a Prolagos “conta com um cinturão coletor de esgoto que capta as contribuições da rede de drenagem pluvial, encaminha para estações elevatórias na cidade, que bombeiam o material até a Estação de Tratamento do município”. No entanto, o plano de investimentos da concessionária prevê a  implantação de mais de 50 km de rede separativa de esgoto nos próximos anos na cidade de Iguaba Grande. “No momento, o plano encontra-se para aprovação pela agência reguladora”.