Assine Já
sábado, 08 de agosto de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 4786 Óbitos: 283
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1563 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 748 39
Saquarema 844 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
mobilidade urbana

Mobilidade urbana: plano será discutido em audiência pública em Búzios

Encontro acontece no dia nove de dezembro, no Gran Cine Bardot

22 novembro 2014 - 12h40

Os buzianos têm um encontro marcado, na terça-feira, dia nove de dezembro, para discutir a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana do município. A reunião para a 1 ª audiência pública, em que a Prefeitura do balneário convoca toda a população, será , no Gran Cine Bardot, localizado na Travessa dos Pescadores nº 88 – Centro, às 14 horas. 

A audiência acontece depois da realização de uma consulta pública por meio de um questionário - disponível na internet, em pontos fixos instalados na cidade e de forma itinerante em diversos pontos móveis – que evidenciou o interesse da população sobre o tema. No total, 1039 formulários foram preenchidos, sendo 941 fisicamente e 98 online. Além de dados básicos como idade, sexo e bairro de residência, a consulta coletou diversas informações sobre os hábitos e percepções das pessoas que se deslocam no município para trabalhar, estudar ou por lazer. 

O processo de construção do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, iniciado em setembro de 2014 com a assessoria técnica da Fundação Getulio Vargas (FGV), conta com atividades como ouvidorias e audiências, que buscam a participação da população na identificação de gargalos e de possíveis soluções para a mobilidade urbana. 

Tendências e principais problemas

Apesar de ainda serem preliminares, os resultados obtidos com a consulta pública indicam importantes tendências, como a necessidade de desestimular o uso do transporte individual e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade do sistema de transporte público e incentivar o uso de transporte não motorizado (TNM). Para assegurar que estas e outras demandas sejam contempladas no Plano Municipal de Mobilidade Urbana, a participação ativa e contínua da população no processo de sua elaboração é fundamental. 

Em relação à mobilidade urbana em geral, os buzianos reclamam da falta de ciclovias e apontam o excesso de congestionamentos, bem como a falta de locais para estacionamento, como principais problemas. A consulta mostra ainda que 82% dos deslocamentos acontecem por conta de atividades relacionadas a trabalho, sendo mais da metade (53%) realizada via ônibus ou vans e apenas 5% via bicicleta. No entanto, porcentagem significativa de respondentes (17%) declara que preferiria utilizar a bicicleta, indicando que este meio de transporte requer atenção e soluções específicas para que seu potencial seja convertido em usuários. Outra parte importante da consulta pública refere-se à percepção subjetiva dos principais problemas dos modos de transporte público em Búzios.

Quanto ao serviço ofertado pelos ônibus, a tarifa elevada e a superlotação causada pela baixa frequência do serviço foram os pontos mais criticados pelos entrevistados. Já em relação ao serviço ofertado pelas vans, falta de conforto e segurança destacam-se como os problemas principais, além da superlotação. Além disso, as viagens realizadas por van representam a opção com a maior queda no quesito “modo de transporte que gostaria de usar”. Mais informações podem ser acessadas no website do Plano, criado pela prefeitura no endereço mobilidadeurbana.buzios.rj.gov.br.