Assine Já
domingo, 27 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
ex-prefeito

Mirinho Braga: "Eu não poderia ficar parado, vendo a cidade ir rumo ao declínio..."

Ex-prefeito quer incentivar a criação de empregos no Turismo e na construção civil

29 setembro 2016 - 10h51
Mirinho Braga: "Eu não poderia ficar parado, vendo a cidade ir rumo ao declínio..."

Prefeito durante 13 dos 20 anos que Búzios está emancipado de Cabo Frio, Mirinho Braga (PDT) diz que ainda tem o que fazer pela cidade. Entre outros pla­nos, ele quer incentivar a criação de em­pregos no Turismo e na construção civil.

Folha dos Lagos– Por que o senhor quer voltar a governar a cidade?

Mirinho Braga – Em apenas 20 anos, nossa cidade conquistou coisas importantes que cidades com muitas décadas de existência não conseguiram. Éramos uma referência na Saúde, Educação, Turismo e emprego. O atual prefeito está destruindo essas conquistas, o sistema educacional sofre com a falta de uma política séria para nossas crianças, a saúde está um caos, o desemprego tomou conta da cidade, os profissionais que vivem do Turismo estão alarmados que o que tem acontecido no setor. Eu não poderia ficar parado, vendo nossa cidade ir rumo ao declínio financeiro, moral e de cidadania. Sou candidato porque tenho a missão de resgatar esses valores que nosso povo perdeu.

Folha – O senhor está às voltas com processos de improbidade administrativa. Não seria ruim governar com preocupações judiciais dessa natureza?

Mirinho – Não existe nenhum processo que possa me impedir de ser candidato ou governar, aliás o único que existia teve, na última sexta-feira, uma decisão favorável a mim. O resto é politicagem de quem tem medo de me enfrentar nas urnas.

Folha – O senhor é o prefeito que mais tempo governou a cidade. O que ainda ficou inacabado depois de tanto tempo governando Búzios?

Mirinho – Fica mais fácil eu falar do que fizemos. Das 16 escolas construídas em Búzios, só uma não tem nosso “DNA”. Pavimentamos 90 por cento das ruas, fizemos inúmeros posto de saúde, construímos o hospital, inúmeras praças, Orla Bardot, Estrada Cabo Frio – Búzios, creches. Fizemos muito, mas é claro que numa cidade nova como a nossa, há sempre mais a fazer.

Folha – Quais os seus planos para a área de Educação?

Mirinho – Educação sempre foi prioridade em nossos governos, penso que devemos investir na capacitação e salários do profissional de Educação, construir boas escolas, investir em cursos técnicos e, principalmente, resgatar a escola em tempo integral que muitas crianças tinham e perderam.

Folha – O que o senhor pretende fazer na Saúde?

Mirinho – Resgatar o atendimento na saúde preventiva através do “médico de família”, fazer que nosso hospital volte a ser referência no bom atendimento e firmar convênios com hospitais e clinicas particulares para atendimento à população.

Folha – Qual a sua estratégia para aquecer a Economia e gerar empregos?

Mirinho – Búzios tem duas fontes principais de geração de empregos que são o Turismo e a construção civil. Temos que, com o máximo de cuidado com as questões ambientais, incentivar essas duas áreas, além de atrair para o município, através de incentivos fiscais, empresas não poluentes para se instalarem na cidade.

Folha – Como pretende incrementar o Turismo?

Mirinho – Só se atrai o bom Turismo com investimento nos eventos de qualidade. Búzios vai voltar a ter shows de boas músicas como bossa nova, jazz, Búzios instrumental e muitos outros. Investiremos em feiras no exterior e no Brasil, pois precisamos fazer com que nossa cidade volte a receber turistas que venham a gerar renda e emprego em nosso município.