Assine Já
domingo, 17 de outubro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
CABO FRIO

Mirante do Morro do Arpoador é fechado para obras de requalificação

Previsão é de que as obras sejam encerradas no prazo de seis meses

09 março 2021 - 12h10Por Redação
Mirante do Morro do Arpoador é fechado para obras de requalificação

O Mirante do Morro do Arpoador, em Cabo Frio, está fechado para obras de requalificação. A Prefeitura deu início às obras de requalificação urbanística da área do entorno do Canto do Forte e da Avenida Almirante Barroso, que dá acesso ao local. O investimento é fruto de um convênio firmado com o Governo Federal, via Caixa Econômica, que é o agente gestor. 

De acordo com a Prefeitura, a obra prevê a reforma total do Mirante do Morro do Arpoador, além da drenagem e do calçamento de toda a Avenida Almirante Barroso. O valor total do investimento é de R$ 2.978.827,49. Deste montante, a contrapartida do município é de R$ 83.086,10. A licitação foi realizada no dia 4 de abril de 2020, e o contrato assinado em 29 de junho do mesmo ano.

De acordo com a secretária-adjunta de Projetos, Márcia Tardelli, embora o contrato tenha sido assinado ano passado, os trabalhos só estão sendo executados agora por conta de um decreto municipal que suspendeu todas as obras no início da pandemia e, também, por causa do período eleitoral: a Lei das Eleições proíbe aos agentes públicos a realização de transferência voluntária de recursos da União aos estados e municípios para início de novas obras nos meses que antecedem o pleito.

Segundo a secretária municipal de Obras e Serviços Públicos, Tita Calvet, a previsão é de que as obras sejam encerradas no prazo de seis meses.  

– Trata-se de um projeto complexo, que prevê até a contratação de um arqueólogo por se tratar de uma região que já abrigou um sambaqui e é tombada pelo Iphan, portanto, de grande relevância histórica. Mas, depois de pronta, trará muitos benefícios para a população, como a realização da drenagem da Avenida Almirante Barroso, que é ponto constante de alagamentos –, disse Tita.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.