Assine Já
segunda, 18 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
MP

Ministério Público vai à Justiça para barrar festa de réveillon

Reportagem da Folha sobre custo da queima de fogos ajudou a embasar pedido

23 dezembro 2015 - 19h05

Cercada de mistério e polêmicas, a tradicional festa de réveillon de Cabo Frio corre o risco de não acontecer. O Ministério Público, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do núcleo Cabo Frio, entrou na Justiça nesta quarta-feira (23) pedindo a proibição da queima de fogos e dos shows programados na Praia do Forte, pois ainda não foi feito o pedido de autorização junto ao Corpo de Bombeiros e à polícia, conforme exige o decreto estadual 44.617/2014. Até o momento, apenas a Capitania dos Portos, com quem foram realizadas quatro reuniões, está envolvida nos preparativos do evento. Para embasar o pedido, o MP se utilizou da edição da Folha do último dia 16 de dezembro, no qual estão descritos detalhes do planejamento e da movimentação das balsas onde serão instalados os fogos de artifício.

Leia a reportagem completa na edição desta quinta-feira da Folha dos Lagos.