sexta, 24 de maio de 2024
sexta, 24 de maio de 2024
Cabo Frio
23°C
Park lagos
Park Lagos 2
saude mental

Ministério Público cobra do poder público de Cabo Frio maior atenção à saúde mental

16 julho 2015 - 11h38

A promotora de Justiça Marcela do Amaral Barreto de Jesus, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Cabo Frio, reuniu-se, na quinta-feira (09/07), com coordenadores da saúde mental da cidade para tratar dos problemas que afetam esse serviço no município. Entre os assuntos discutidos, estavam a necessidade de pôr em funcionamento a segunda residência terapêutica da cidade e de se trabalhar dentro delas o resgate do vínculo familiar.

A deficiência de recursos humanos e materiais dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS II e CAPS ad) também foi abordada durante o encontro. A promotora enviou cópia da ata à Secretaria de Saúde e à Prefeitura e pediu para que se pronunciem sobre os problemas tratados durante a reunião e também para que informem quem ficará responsável pela residência que já está em funcionamento, visto que a coordenadora foi demitida. Além disso, cobrou explicações sobre o que está sendo feito para que a emergência psiquiátrica do Hospital São José Operário seja reativada.