Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Operário

Ministério Público adia depoimentos de empresários

Eles seriam ouvidos em inquérito que investiga licitação do Lanche do Operário

30 outubro 2015 - 09h43Por Nicia Carvalho

O depoimento dos donos das empresas A.S. Vieira Santos Bu­ffet ME e A. Martins de Oliveira Bar e Restaurantes, que partici­param da licitação para o Lan­che do Operário, localizado em em Cabo Frio, na Avenida Wil­son Mendes, foi adiado pela 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Ministério Público (MP). Eles seriam ouvidos na última terça e ontem. No entan­to, a Folha entrou em contato com o MP, que informou que o adiamento foi motivado por re­manejamento interno.

Devido à proximidade do fim do ano e feriados, não há previsão de nova data. Há duas semanas, em entrevista exclu­siva ao jornal, a promotora Marcela do Amaral afirmou que o inquérito civil foi instau­rado para apurar denúncias de irregularidades na licitação do Lanche.

Além do depoimento das tes­temunhas, o processo está em fase de análise de documentos e até mesmo o Tribunal de Contas do Estado (TCE) será acionado.

– Queremos ouvir as empre­sas, tentar identificar o conluio para identificar provas que indi­quem se houve atos de improbidade e se a licitação tem que ser anulada – explicou a promotora na entrevista.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (30)