Assine Já
segunda, 06 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Mesmo com crise, prefeitura renova acordo no valor de R$750 mil

Contrato foi firmado com empresa KJ Campos Turismo para transporte escolar

23 novembro 2016 - 01h46Por Rodrigo Branco I Foto: Arquivo Folha
Mesmo com crise, prefeitura renova acordo no valor de R$750 mil

 O cambaleante ano letivo nas escolas de Cabo Frio está próxi­mo do fim, assim como o man­dato do atual prefeito Alair Cor­rêa (PP), mas a Prefeitura acaba de renovar o contrato de aluguel de seis ônibus para o transporte escolar de alunos da zona rural da cidade. O valor do acordo com a empresa KJ Campos Tu­rismo Ltda. pelo período de um ano é de R$ 750 mil, o que equi­vale a R$ 62,5 mil por mês.

Curiosamente, a primeira versão do aditivo foi veicula­da no jornal que faz as publica­ções oficiais do governo em 15 de outubro. Na ocasião, o valor publicado do contrato foi de R$ 187,6 mil (R$ 15,6 mil mensais). Entretanto, doze dias depois, foi veiculada uma errata com o atual valor. Como terá duração de doze meses, o acordo vencerá em outu­bro, já na gestão do futuro prefei­to Marquinho Mendes (PMDB).

Para a diretora de imprensa do Sindicato dos Profissionais da Educação, Denise Teixeira, falta transparência nos atos do gover­no municipal.

– Não há verba nem para o básico. Mas para pagar isso tem. São essas coisas que tor­nam cada vez mais escandalosa a situação do município. Vamos comunicar à Justiça, mesmo sa­bendo que há verba específica para o transporte escolar – disse.

Procurada, a Prefeitura infor­mou que a maioria das unida­des de ensino está com funcio­namento total ou parcial e que, desta forma, as aulas nessas unidades deverão seguir até o final de dezembro, o que obriga a atual gestão municipal a reno­var o contrato com a empresa de transporte para cumprir com o atendimento. A Prefeitura disse ainda que caberá ao novo gover­no avaliar se o contrato deverá ser mantido a partir do próximo quadriênio.

A empresa – A KJ Campos Turismo Ltda., cujo nome fan­tasia é Transfort, tem sede em Tamoios e foi criada há 16 anos.

No site da Receita Federal, a descrição da atividade principal é o ‘transporte rodoviário co­letivo de passageiros’, mas as atividades econômicas secun­dárias revelam um amplo leque de atuação que vão de comércio atacadista de bebidas a venda de equipamentos de informática.