Assine Já
terça, 28 de setembro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51480 Óbitos: 2097
Confirmados Óbitos
Araruama 12222 438
Armação dos Búzios 6365 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14367 844
Iguaba Grande 5407 140
São Pedro da Aldeia 6899 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Mesmo com crise, prefeitura renova acordo no valor de R$750 mil

Contrato foi firmado com empresa KJ Campos Turismo para transporte escolar

23 novembro 2016 - 01h46Por Rodrigo Branco I Foto: Arquivo Folha
Mesmo com crise, prefeitura renova acordo no valor de R$750 mil

 O cambaleante ano letivo nas escolas de Cabo Frio está próxi­mo do fim, assim como o man­dato do atual prefeito Alair Cor­rêa (PP), mas a Prefeitura acaba de renovar o contrato de aluguel de seis ônibus para o transporte escolar de alunos da zona rural da cidade. O valor do acordo com a empresa KJ Campos Tu­rismo Ltda. pelo período de um ano é de R$ 750 mil, o que equi­vale a R$ 62,5 mil por mês.

Curiosamente, a primeira versão do aditivo foi veicula­da no jornal que faz as publica­ções oficiais do governo em 15 de outubro. Na ocasião, o valor publicado do contrato foi de R$ 187,6 mil (R$ 15,6 mil mensais). Entretanto, doze dias depois, foi veiculada uma errata com o atual valor. Como terá duração de doze meses, o acordo vencerá em outu­bro, já na gestão do futuro prefei­to Marquinho Mendes (PMDB).

Para a diretora de imprensa do Sindicato dos Profissionais da Educação, Denise Teixeira, falta transparência nos atos do gover­no municipal.

– Não há verba nem para o básico. Mas para pagar isso tem. São essas coisas que tor­nam cada vez mais escandalosa a situação do município. Vamos comunicar à Justiça, mesmo sa­bendo que há verba específica para o transporte escolar – disse.

Procurada, a Prefeitura infor­mou que a maioria das unida­des de ensino está com funcio­namento total ou parcial e que, desta forma, as aulas nessas unidades deverão seguir até o final de dezembro, o que obriga a atual gestão municipal a reno­var o contrato com a empresa de transporte para cumprir com o atendimento. A Prefeitura disse ainda que caberá ao novo gover­no avaliar se o contrato deverá ser mantido a partir do próximo quadriênio.

A empresa – A KJ Campos Turismo Ltda., cujo nome fan­tasia é Transfort, tem sede em Tamoios e foi criada há 16 anos.

No site da Receita Federal, a descrição da atividade principal é o ‘transporte rodoviário co­letivo de passageiros’, mas as atividades econômicas secun­dárias revelam um amplo leque de atuação que vão de comércio atacadista de bebidas a venda de equipamentos de informática.