Assine Já
domingo, 27 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
mateus

Mateus Pagalidis é enterrado em Cabo Frio

Sob forte comoção, corpo do produtor cultural foi sepultado no Cemitério Santa Izabel na tarde desta quarta (6)

07 setembro 2017 - 11h37Por Fernanda Carriço
Mateus Pagalidis é enterrado em Cabo Frio

A gravata rosa colocada pelos amigos no pescoço do jovem Mateus Pagalidis foi a forma que encontraram de homenagear a irreverência do produtor cultural, no momento do último adeus. Sob forte comoção, o corpo do cabofriense foi enterrado na tarde de ontem no Cemité- rio Santa Izabel.

Mais do que tristeza, os rostos dos dezenas de jovens, a maior parte deles vestidos de preto, exibia incredulidade. Ninguém conseguia acreditar no desfecho da história do desaparecimento de Mateus.

O produtor viajou para São Paulo para assistir ao show da banda de rock The Get Up Kids, no sábado, no Carioca Club, na zona oeste de São Paulo. Em seguida, Mateus se separou do amigo Alexandre Pillar, que o acompanhava e com quem dividia quarto num hotel, para seguir em direção a festa Carlos Caps Lock, no bairro Ipiranga, na zona sul. Depois, o jovem desapareceu.

A partir daí começou uma busca incessante por Mateus. Nas redes sociais, o assunto gerou comoção e muitas pessoas de diversos lugares do Brasil compartilharam o assunto. O caso também foi notícia em diversos veículos de comunicação de alcance nacional.

Mas o corpo dele foi encontrado num lugar ermo, na Avenida Doutor Abraão Ribeiro 497, na Barra Funda, na sede da Sabesp. A suspeita da polícia, que abriu inquérito para investigar as causas da morte, é de que Mateus tenha caído da escada que levava ao topo de uma das caixas, de cerca de 30 metros de altura. O caso está no 23º Distrito Policial (Perdizes).

Dona Nini - Minutos após o sepultamento de Mateus Pagalidis no mesmo cemitério, foi sepultada Antônia Amorim, a dona Nini, de 80 anos, que faleceu na manhã desta terça-feira.