Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7654 Óbitos: 398
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 627 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
Marquinho

Marquinho Mendes faz balanço positivo de visita a Brasília

Ainda sem recursos desejados, prefeito diz que situação é 'complicada'

12 maio 2017 - 08h05Por Texto: Rodrigo Branco | Foto: Divulgação
Marquinho Mendes faz balanço positivo de visita a Brasília

 Se ainda não conseguiu os recursos desejados para oxige­nar os combalidos cofres muni­cipais, o prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes (PMDB), voltou de Brasília cheio de pro­messas de ajuda na bagagem. Com dificuldades para pagar a folha de abril, Marquinho admite que o momento financeiro é bas­tante complicado, mas acredita que a conversa com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi ‘altamente positiva’.

– Deixamos bem claro a posi­ção de defender os interesses dos municípios do Estado do Rio de Janeiro. É de grande importância que o Rodrigo Maia fique a fren­te dos nossos interesses – disse Marquinho.

Entre as principais preocupa­ção do prefeito estão o decreto presidencial que muda o cálculo dos royalties e, sobretudo, a ne­gativação de Cabo Frio no Ser­viço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc). A situação impede o mu­nicípio de receber recursos de ministérios e emendas parlamen­tares, ainda que empenhadas.

Além disso, conforme a Folha antecipou na última terça, Cabo Frio tem mais de R$ 15 milhões retidos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo a Prefeitura, isso acontece por causa de uma dívida de R$ 500 milhões deixada pela gestão pas­sada junto à Receita Federal.

– Essa dívida foi parcelada e pagamos a primeira parcela. Com isso, estamos pedindo na Justiça o desbloqueio dos recur­sos do FPM, que são essenciais para manter as contas da Prefei­tura em dia – disse o secretário de Fazenda, Clésio Guimarães.

O ‘tour’ de Marquinho pela Capital Federal terminou com visitas aos ministérios do Espor­te, do Turismo e das Cidades. No entanto, saiu dos gabinetes como entrou. Com promessas de aju­da, mas de mãos vazias.