Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
TEMPO REAL Confirmados: 38094 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9614 300
Armação dos Búzios 4695 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5248 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
casamento gay

Marco histórico: primeiro casamento gay de Arraial do Cabo é celebrado

Micheli Santos de Freitas e Raquel Barbosa de Oliveira disseram 'sim' ao amor

28 junho 2014 - 13h11Por Rodrigo Branco
Marco histórico: primeiro casamento gay de Arraial do Cabo é celebrado

Em marco histórico para a causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), foi celebrado ontem o primeiro casamento homoafetivo de Arraial do Cabo, no cartório do Ofício Único da cidade. A união de Micheli Santos de Freitas Pacheco de Oliveira, 33, e Raquel Barbosa de Oliveira Pacheco, 50, celebrada pela juíza Ana Clara Lima Neves, teve presença de poucos convidados, entre amigos e parentes. Depois da cerimônia, o clima era de muita alegria e ambas exibiam com orgulho a certidão. A bandeira do movimento, desfraldada, representava o orgulho de participar deste momento.

A papelada, agora, será enviada pelo cartório ao Fórum da Comarca do município, que a oficializará e devolverá em seguida, para registro.

Para Micheli, no entanto, mais do que protagonista de um evento sem precedentes, o casamento representa a oficialização do convívio, que já dura dez meses. O casal já tinha obtido outra grande vitória ao conseguir a adoção de uma criança, hoje com seis anos. Raquel já tinha uma filha, de 26 anos.

– A gente sabe que é um marco, pois nunca teve um casamento gay, só união estável. Para a gente é mais do que especial. A tramitação dos papeis também foi muito tranquila. O pessoal foi solícito e nos tratou com muito respeito – contou.

Raquel concordou que, apesar de tudo, quase nada vai mudar na rotina de ambas, já que a vida de casada já fazia parte do dia a dia delas.

– A gente já morava junto. Já tinha vida de casada. Na prática vai ser a mesma coisa  – afirmou.

Uma das testemunhas foi Esther Silveira, presidente do grupo “Arraial Free”, uma das principais entidades na luta pelos direitos dos homossexuais na região. Ela comentou o que representa esse acontecimento na luta pelas conquistas de direitos da comunidade.

– É um grande avanço para Arraial do Cabo. É uma garantia de visibilidade, de direitos e de cidadania. A gente luta todo dia para isso: casar, ter filhos, adotar, construir família, enfim, sair desse modelo heteronormativo, o que me deixa muito feliz. Por coincidência, amanhã (hoje) é o Dia do Orgulho LGBT e agora está acontecendo esse marco – comentou ela, que acredita este se tratar do primeiro casamento homoafetivo de toda a Região dos Lagos.