Assine Já
terça, 26 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Mulheres

Lugar de mulher é na política

Elas celebram vitórias, mas dizem que é preciso avançar

08 março 2017 - 18h36
Lugar de mulher é na política

Muito mais do que uma data para celebração, o Dia Internacional da Mulher é considerada uma ocasião de luta e de reflexão. Embora elas tenham avançado em áreas antes exclusivamente ocupadas pelos homens, os números mostram que a realidade ainda está bem longe do ideal no que diz respeito à igualdade entre os gêneros. Não seria na política do interior do Estado do Rio que seria diferente.

Em matéria publicada em 19 de outubro do ano passado, a Folha mostrou que apesar do número de vereadoras ter aumentado 86% nas Câmaras da região em quatro anos, a participação delas nos Legislativos municipais é de apenas 15% do total. Por conta disso, a reportagem colheu os depoimentos de algumas representantes do lado feminino da vida pública e, em comum, elas manifestaram o desejo cada vez maior de abrir espaços e de se empoderarem.  

Sei que existe no Brasil e no mundo um preconceito muito grande contra a mulher. Mas estou na luta cada dia mais para que a gente conquiste mais respeito.”

Rute Schuindt, vice-prefeita de Cabo Frio

“A gente sabe que conquistou muito espaço, mas ainda falta muito para conseguir esse empoderamento.  Acredito que a gente nem esteja mais aqui quando isso acontecer. Na verdade, acho que eles têm medo de nos colocar no poder.

Letícia Jotta (PSC), vereadora de Cabo Frio

É importante aumentar para igualar as oportunidades, já que mesmo com tantos avanços ainda temos um cenário político composto majoritariamwente por homens.”

Alexandra Codeço (PRB), vereadora de Cabo Frio

A mulher não pode estar no meio político para cumprir cota. A maioria das Executivas dos partidos estão nas mãos dos homens. Os partidos formam as nominatas para eleger os homens. As mulheres ainda têm que batalhar muito.”

Márcia Jeovani (DEM), deputada estadual

“Para mim não é só falar. Tem que vir com atuação. Tem que ter mais mulheres aguerridas e guerreiras que tenham amor por faxinar tudo o que está de errado.