Assine Já
domingo, 17 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
DESCASO

Lixo e entulho tiram a paciência de moradores em Cabo Frio

No Jardim Caiçara, material não recolhido serviu para interditar rua inteiramente esburacada

24 agosto 2020 - 22h12Por Redação

O abandono dos bairros de Cabo Frio, com buracos nas vias públicas e acúmulo de lixo na maioria das ruas, avenidas e praças, está tirando a paciência de moradores e comerciantes. No começo do mês, garis chegaram a fazer uma paralisação de 24 horas nos serviços por falta de salários, mas, mesmo após a situação trabalhista ter sido regularizada, o efeito não foi visto pelos moradores. O que salta mesmo aos olhos são os montes de sacos à espera da chegada dos caminhões da Prefeitura. 

Nas Palmeiras, os moradores enfrentam o problema há mais de um ano. A Avenida Trindade, por exemplo, virou um lixão e, hoje, as famílias do lugar vão pedir o apoio dos vereadores, que vão receber um abaixo-assinado relatando o que os moradores têm enfrentado. 

Lixo e entulho também se acumulam em outros pontos nobres da cidade, como na Avenida Teixeira e Souza e Rua Coronel Ferreira, no Portinho. 

No Caiçara, o problema está na Rua Áustria, que, com tantos buracos, desapareceu. Virou uma cratera que, em época de chuva, deixa o local intransitável. Ontem, moradores interditaram a rua para chamar a atenção das autoridades.

A Comsercaf informa que a coleta de lixo domiciliar é realizada diariamente nos locais citados na reportagem. Sobre a solicitação de recolhimento de entulho, a autarquia ressalta que o morador tem a obrigação legal de contratar uma caçamba para realizar o descarte deste tipo de material.

A companhia estipula a coleta de até de três metros cúbicos (3m³) de lixo, que devem estar ensacado. Em casos de descarte irregular ou poda sem autorização dos órgãos competentes, o responsável será notificado, e em seguida multado, com base na Lei nº 2330/2010. As multas podem variar de acordo com a quantidade de resíduos e o impacto ambiental promovido.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.