Assine Já
quarta, 23 de junho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43602 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4474 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
esgoto

Lançamento de esgoto no mar de Búzios vai parar na Justiça

Associação ambiental entra no Ministério Público cobrando prefeitura e Prolagos

05 abril 2016 - 09h48Por Rodrigo Branco
Lançamento de esgoto no mar de Búzios vai parar na Justiça

RIO DE SUJEIRA – Derspejos do efluentes provocou a reação de entidade de defesa ambiental (Foto do Leitor)

Os constantes episódios de despejo de esgoto nas praias de Armação dos Búzios geraram a reação de uma das principais entidades que cuidam da causa ambiental na cidade. Na última semana, a Associação Protetora dos Afloramentos Rochosos Litorâneos (Aparli) entrou com um pedido junto ao Ministério Público Federal de São Pedro da Aldeia exigindo a suspensão imediata do lançamento de dejetos no mar.

No alvo da entidade, estão a Prolagos, de quem está sendo exigida a ampliação da rede de esgoto para todos as casas da cidade, e a prefeitura, de quem está sendo cobrada maior fiscalização junto à concessionária de água e saneamento. Para Manoel Eduardo da Silva, presidente da Aparli, a situação é ‘vergonhosa’ e se configura como ‘crime contra um patrimônio da União’.

– Mar, praias e ilhas são bens da União. Está previsto na Constituição Federal. Caberia ao município fiscalizar e, pelo contrário, ele permite esse crime contra o patrimônio da União. É vergonhoso o que Búzios, que congrega 58 nacionalidades, está passando. Vende-se lá fora a imagem de uma cidade e chega aqui é propaganda enganosa. A cada 500 metros, Búzios fede – dispara o ambientalista.

(*) Confira a matéria na íntegra na edição impressa desta terça-feira.