Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Justiça

Justiça fecha Riala Parque por falta de licença ambiental

Prefeitura quis transferir processo para o município, aponta Ministério Público

14 outubro 2014 - 10h56Por Rodrigo Branco|Divulgação CF Zone
Por determinação, em caráter liminar, da 1ª Vara Cível da Comarca de Cabo Frio, o parque aquático Riala, que fica na Estrada de São Jacinto, na zona rural da cidade, foi interditado a pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).  O parque tem como sócio administrador o prefeito Alair Corrêa.
A alegação é que o estabelecimento, inaugurado em 2011, vinha funcionando sem licença ambiental do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Além disso, de acordo com o MP, a prefeitura teria tentado passar o processo de licenciamento para a Secretaria Municipal do Ambiente, o que contraria a legislação. Desta forma, a decisão judicial também tem efeito sobre qualquer ato administrativo relativo à tentativa de mudança de instância do processo.
Em caso de desobediência, o empreendimento receberá multa diária de R$ 50 mil. No caso de transações comerciais e divulgação de peças publicitárias do parque, deverá ser publicada a íntegra da decisão liminar, sob pena de pagamento de multa R$1 mil, no caso de descumprimento.
Tanto a prefeitura como o prefeito Alair Corrêa foram procurados pela reportagem da Folha para comentarem a decisão da Justiça, mas não retornaram as ligações até o fechamento.