Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8099 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 487 10
Arraial do Cabo 248 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Figueira

Inaugurada há quatro anos, Praça da Figueira já passa por reforma completa

Entregue em 2012, local passa por obras de mais de R$ 200 mil

31 outubro 2016 - 20h37
Inaugurada há quatro anos, Praça da Figueira já passa por reforma completa

O cenário abandonado e com destroços parece o de um filme de guerra ou de terror, daqueles em que a vítima é submetida a torturas. Brinquedos de madeira despedaçados, tábuas soltas, fiação elétrica exposta, tapete sintético arrancado e grades de ferro enferrujadas fazem da praça central de Figueira, única opção de lazer do distrito que fica a 20 quilômetros do centro de Arraial do Cabo, um local hoje impróprio para uso.

A placa da Prefeitura anuncia uma reforma geral, orçada em R$ 205 mil, mas o movimento dos operários ainda é tímido e limita-se à colocação da estrutura que sustentará as novas grades ao redor do campo de futebol. O local não foi interditado. Não há faixas ou barreiras físicas que impeçam o acesso de crianças e adolescentes ao parquinho e ao campo de futebol de grama sintética, agora rasgado em vários pontos. A área foi entregue à população em 2012, sem uma inauguração oficial, e pouco tempo depois já começou a apresentar problemas. O custo divulgado pela Prefeitura foi de R$ 900 mil.

− É o único lugar que consegue distrair e tirar as crianças um pouco da rua. Na verdade, está totalmente perigoso porque a eletricidade está toda destruída. Já ocorreu de crianças levarem choque. As mães acabam ficam preocupadas e não deixando os filhos onde deveria ser uma área de lazer e na verdade é uma área de perigo – relata a dona de casa Viviane Rodrigues, que mora em frente à praça e reluta em deixar o pequeno Kauan, de 9 anos, correr pelo local, que fica às margens da Lagoa de Araruama.

O posto de policiamento comunitário da PM que fica ao lado até oferece segurança, mas muitos frequentadores reclamam da iluminação considerada deficiente no período noturno. Preocupado com a alta temporada, quando a praça recebe não apenas os moradores, mas também um grande número de turistas do Rio e da Baixada Fluminense, Otávio Alves demonstra receio especial com o estado do gradil da calçada, que fica a mais de três metros acima do nível da praça propriamente dita.

Morador mostra condição precária das grades da praça

Morador mostra condição precária das grades da praça 

Reclamando do tipo de material usado, o pedreiro apontou para vários pontos onde o guarda-corpos está bambo, comprometido pela ferrugem. Em outros locais, a proteção já foi retirada e, uma única distração, pode resultar em um grave acidente. Que o filho Richard, de 13 anos, já sofreu; mas na quadra, ao tropeçar no tapete sintético solto e machucar o queixo.

− Não tenho segurança nenhuma de deixar o meu filho correndo aqui. Se ele jogar bola, eu tenho que ficar de olho. Como não foi feita uma manutenção, tem que fazer uma reestrutura. Se isso aqui não estivesse esquecido, poderia agora estar até mais ou menos. Pode ver que isso aqui, foi dada só uma mão (camada de tinta antiferrugem) – disse Otávio, apontando para o estado da grade, que deveria representar segurança.

A Secretaria Municipal de Obras informou que estão sendo realizados serviços de reparo na iluminação, colocação de grades, calçamento e cobertura e que, a pedido dos moradores, também estão sendo feitas a reforma de um píer e um paiol. Ainda segundo a secretaria, o isolamento é parcial e somente nos locais que recebem a intervenção, não sendo necessário o isolamento total da praça. A previsão para a conclusão da reforma é para a segunda quinzena de dezembro. Além do trabalho em Figueira, a Prefeitura está fazendo intervenções no Parque Público da Prainha e a reurbanização da Avenida da Liberdade, no Centro, e do bairro Canaã.