Assine Já
domingo, 27 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
imposto de renda

Imposto de Renda: abertura do 5º lote será na quarta-feira

Receita Federal pagará R$ 1,4 bilhão a R$ 1,23 milhão de contribuintes e valores serão creditados no dia 15 de outubro

05 outubro 2015 - 17h29
Imposto de Renda: abertura do 5º lote será na quarta-feira

A Secretaria da Receita Federal informou que serão abertas na próxima quarta-feira (7), a partir das 9h, as consultas ao quinto lote de restituições do Imposto de Renda 2015 e a lotes residuais (para quem caiu na malha fina) de anos anteriores. O órgão pagará R$ 1,4 bilhão a R$ 1,23 milhão de contribuintes e os valores serão pagos em 15 de outubro. As consultas poderão ser feitas no site da Receita, em: http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp e também poderão ser feitas pelo telefone 146 (opção 3) ou por aplicativo para dispositivos móveis (smartphones e tablets).

De acordo com o Fisco, as restituições serão corrigidas em 6,46%, que é o índice referente à variação da taxa básica de juros (Selic) entre maio e outubro deste ano. Do total de contribuintes, 19.507 são idosos e 2.527 possuem algum  tipo de deficiência física, mental ou moléstia grave.

Malha fina

Para saber se a declaração do Imposto de Renda caiu na malha fina devido a erros, omissões ou inconsistências é necessário acessar a página da Refeita e consultar o “extrato” do Imposto de Renda, disponível no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Nesse local, o contribuinte consegue saber quais pendências ou inconsistências foram encontradas pelo Fisco na sua declaração do IR. Em posse da informação sobre pendências e inconsistências, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora ao Fisco e, deste modo, sair da malha fina.

Quando a situação for resolvida, caso tenha direito à restituição, ela será incluída nos lotes do IR.