Assine Já
quinta, 04 de junho de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 147 Confirmados: 1307 Óbitos: 106
Suspeitos: 147 Confirmados: 1307 Óbitos: 106
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 57 348 29
Armação dos Búzios 55 108 2
Arraial do Cabo 1 46 9
Cabo Frio X 382 27
Iguaba Grande 13 94 13
São Pedro da Aldeia 12 124 9
Saquarema 9 205 17
Últimas notícias sobre a COVID-19
pároco

Igreja Católica de Cabo Frio terá novo pároco

Padre Marcelo Chelles será apresentado na Paróquia Nossa Senhora da Assunção

02 julho 2014 - 14h17Por Rodrigo Branco
Igreja Católica de Cabo Frio terá novo pároco

Os fiéis da Paróquia Nossa Senhora de Assunção, de Cabo Frio, terão a partir de julho um novo pároco. O padre Marcelo Chelles Moraes substituirá seu colega, padre Valdir Mesquita Ferreira Lima, que está de partida para os Estados Unidos, onde atuará como missionário junto a uma comunidade brasileira em Boston. A missa de apresentação do novo vigário está marcada para a próxima segunda-feira, dia 7, às 19h, na Igreja Matriz Auxiliar, com a presença do responsável pela Arquidiocese de Niterói, o arcebispo Dom José Francisco Rezende Dias.

Porém, essa é apenas uma das mudanças implantadas pela Mitra Arquidiocesana em algumas cidades cujas igrejas estão sob a sua responsabilidade, entre elas São Gonçalo e Itaboraí, na Região Metropolitana. Na Baixada Litorânea, as alterações chegaram às Paróquias de Nossa Senhora da Esperança, no Jardim Esperança, e de São Pedro, em São Pedro da Aldeia.

Na primeira, após um período de três meses durante o qual as missas foram celebradas por sacerdotes de cidades vizinhas, o posto será assumido definitivamente pelo padre Rafael da Costa Santana, a partir de hoje, durante missa de apresentação, também às 19h. Ele ocupava a função de vigário paroquial em São Pedro, cargo a ser ocupado pelo sacerdote recém-ordenado Humberto dos Santos Marins, que terá, entre outras funções, auxiliar o pároco titular, padre Helcimar Sardinha.

Enquanto as mudanças não se concretizam, católicos aguardam com ansiedade a chegada dos novos vigários.

– A gente está bastante feliz porque sabe que ele é muito bom. Vai levantar nossa paróquia. O tempo que ficou sem padre, as pastorais deram uma desanimada, mas agora tudo vai melhorar.  A comunidade está muito animada – comentou Stefani Gabriele,  que trabalha na secretaria da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, que integra a comunidade do Jardim Esperança.

Segundo a Arquidiocese, outros remanejamentos serão feitos para o segundo semestre e divulgados em breve. As alterações são periódicas e decididas pelo arcebispo em conjunto com o Conselho Presbiterial, segundo critérios administrativos, espirituais e pastorais.