Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
praia dos anjos

ICMbio planeja ordenamento dos barcos da Praia dos Anjos

Quantidade excessiva de embarcações chama a atenção de pescadores cabistas

12 maio 2017 - 23h38Por Rodrigo Branco
ICMbio planeja ordenamento dos barcos da Praia dos Anjos
O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) começa a planejar ainda este mês o ordenamento dos barcos atracados tanto na enseada da Praia dos Anjos, em Arraial, como na Marina dos Pescadores. A quantidade excessiva de embarcações ancoradas em plena área de Reserva Extrativista (Resex) tem chamado, já há algum tempo, a atenção de quem vive da atividade pesqueira ou de Turismo. Com a saturação do local, as autoridades resolveram agir.
– Esse ano, o Conselho Deliberativo da Resex e o ICMBio montaram um grupo de trabalho que vai estabelecer as normas de atracação na Marina e na enseada. Vamos fazer o levantamento das pessoas que podem ficar fundeadas. É um trabalho longo, tem que identificar as poitas (espécie de âncora) que estão no fundo, identificar cada embarcação. Tem barco que nem é de Arraial – afirma Vivianne Lasmar, chefe do ICMBio.
A expectativa é que as mudanças já sejam sentidas no fim do ano, a tempo da alta temporada. Enquanto isso não ocorre, Vivianne diz que a situação interfere na segurança da navegação e prejudica atividade pesqueira na praia. Ciente disso, o novo presidente da Fundação Instituto de Pesca de Arraial (Fipac), Edilmar da Silva, o Neném da Cabocla, prometeu ajuda nos esforços de controlar o tráfego marítimo na área. Ele diz ter pressa para resolver a situação.
– Essa sempre foi uma preocupação minha, desde quando eu pescava. Eu me preocupo que isso chegue à Praia do Forno. Vou conversar com a Vivianne em busca de soluções, que tem que ser imediatas. Arraial começa ter indícios de futuros acidentes – teme Neném, que prega o diálogo com os setores de Turismo.
 
* Confira matéria completa na edição deste fim de semana da Folha dos Lagos.
 
Foto: Monique Renne